Jovem, qual sua atitude para com a inovação? Você é daqueles que apenas observam? Você é daqueles que riem e desacreditam? Ou você é daqueles que se envolvem completamente, servem a Deus e são transformados pela renovação? Leia o texto, entenda qual a fórmula da renovação e permita que uma explosão aconteça em sua vida!

Servir em novidade de vida

O Apóstolo Paulo era uma pessoa sábia. Em sua vida, teve experiências marcantes. Ele teve um encontro pessoal com Deus. Foi conduzido por um irmão mais experiente (Ananias). Ele viveu a vida da Igreja. Ele serviu. No meio dessas experiências marcantes, com certeza Paulo se tornou alguém extremamente maduro e que aprendeu a servir em novidade de vida. Isso quer dizer que Paulo aprendeu a superar as tradições do Antigo Testamento e a servir a Deus segundo Seu desejo atual, sendo guiado pelo Espírito de Deus. 

Assim, Paulo, em todo seu ministério de gerar e edificar novas Igrejas, tinha como pensamento central a ideia de que era necessário servir em novidade, fora da tradição, não se conformando com o “status quo” (situação anterior). Como reflexo dessa mentalidade, podemos ver Paulo escrevendo os seguintes trechos bíblicos:

“De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” (Romanos 6:4).

“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2).

Paulo tinha um desejo: que os irmãos que ele gerou levassem uma vida semelhante a que ele levou. Uma vida voltada para Deus e Seu plano no Novo Testamento. Uma vida em novidade, uma vida transformada, uma vida segundo a boa, perfeita e agradável vontade de Deus. Tudo isso somente se tornaria possível se os cristãos daquele tempo permitissem que suas mentes fossem renovadas.

Transformados pela renovação

Como ser transformado e servir em novidade de vida? Um passo importante para isso acontecer é abrir a mente. Jovem, abra sua mente para o que Deus está te apresentando. Muitas vezes, ao ouvir o falar de Deus, recebemos sua palavra com nossa mente fechada e obstruída com pensamentos negativos, com dúvidas e com questões que atacam diretamente o falar de Deus.”Será que vai dar certo? Será que eu consigo? Será que Deus realmente quer isso? O que será que os outros vão pensar? Será que Ele sabe o que está pedindo para mim? Ele não conhece minhas limitações?!”. Esses são exemplos de perguntas que surgem dentro de nós quando algo novo nos está sendo apresentado e que matam a inovação.

É necessário reformular essas perguntas “matadoras” de modo que se tornem pensamentos positivos em sua mente. Se Deus está falando, dará certo. Deus falou que iria tirar uma multidão de Hebreus do Egito e deu certo! Deus falou que resolveria o problema do pecado e deu certo! Enfim, se Deus falou, Ele vai cumprir e vai dar certo. É uma questão de tempo. No tempo certo, Ele junta todas as circunstâncias e acontece aquilo que estava prometido. 

Se Deus pede para você fazer, então é porque você consegue. Deus conhece o que é ser humano, por isso, todos os desafios e provações que coloca em nossas vidas são medidos pelo medidor de possibilidade. Ele coloca aquilo que está dentro de nossas possibilidades. E, mesmo quando parece não estar, então isso significa que Ele está nos capacitando, tornando-nos pessoas de maior habilidade e que podem fazer até mesmo o que parece impossível aos nossos próprios olhos. Veja o que a Bíblia diz a respeito:

“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” (1 Co 10:13).

 “Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna.” (Hb 4:15-16).

“O qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.” (2 Co 3:6).

“Eis que lhe dei por companheiro Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã; e dei habilidade a todos os homens hábeis, para que me façam tudo o que tenho ordenado” (Êx 31:6).

Encargos atuais, práticas novas, ações sociais, pregação do evangelho fora dos moldes tradicionais… Jovem, abra a sua mente para a inovação que se apresenta para você! Nesse passo, a oração será sua mais poderosa aliada. Conte para Deus seus temores e peça a Ele que te ajude a reformular esses pensamentos ruins que limitam sua atuação dentro do Seu plano. 

Outro passo para ser transformado e servir em novidade de vida é usar o espírito humano para ser guiado pelo Espírito de Deus. Isso é muito fácil! Lembre-se de que você dispõe de práticas saudáveis para ativar seu espírito e infundir vida nele. Essas práticas são: invocar, ler-orar, falar-cantar, ruminar e profetizar. Se você trouxer essas práticas para sua vida diária, então você será enchido com a vida.

Abrir a mente por meio da oração para eliminar pensamentos limitantes e encher o espírito com vida de Deus para cumprir e experimentar sua boa, agradável e perfeita vontade são os principais ingredientes da fórmula da renovação. Quando esses dois ingredientes são colocados juntos a reação é poderosa e libera muita energia. Uma verdadeira explosão acontece no seu interior. Isso muda você e quem está perto de você. Pessoas são influenciadas, pois as ondas de choque levantam toda poeira ao redor. A velharia vai para o ar e a inovação vem à tona! Nesse momento você e outros fazem a diferença e experimentam um resultado maravilhoso: simplicidade de coração e total envolvimento com a inovação que é apresentada.

Esse resultado me faz lembrar um vídeo que assisti recentemente. No vídeo, crianças de pele bem branquinha encontram uma poça de lama e, com simplicidade, se envolvem completamente em uma brincadeira divertida. Enquanto isso, um adulto vê aquilo e fica imóvel, pasmo, sem saber o que fazer. Além disso, atrás das câmeras, bem distante das crianças, aparentando um medo maior de se sujar, estão os risonhos cinegrafistas. Veja o vídeo abaixo:

Aplicando nosso texto à história e ao vídeo, as crianças são aqueles que aplicaram a fórmula da renovação e diante da inovação apresentada (a poça de lama), se envolveram completamente, a ponto de mudarem até mesmo sua aparência (continuaram sendo branquinhas, mas agora sua aparência era toda coberta pela lama). Já o adulto imóvel e os cinegrafistas são aqueles que não aplicaram a fórmula da renovação, ainda possuem pensamentos limitantes e espírito envelhecido. Esse grupo sabe apenas rir, ficar pasmo e sem reação diante da inovação apresentada.

De qual grupo você faz parte? Você faz parte do grupo das crianças ou do grupo dos adultos? Dos envolvidos com a inovação ou dos risonhos e sem reação? Jovem, aplique a fórmula da renovação em sua vida e faça parte do melhor grupo. Faça parte do grupo que se envolve completamente com a inovação. Faça parte do grupo que se renova diariamente transformando seus pensamentos pela oração e enchendo seu espírito com vida divina.

E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus. (Mateus 18:3).

Texto inspirado no devocional ALIMENTO DIÁRIO; volume 1, A OBRA DO APÓSTOLO: EVANGELIZAR; mensagem 6, SERVIR A DEUS NÃO SEGUNDO AS TRADIÇÕES.

Deixe seu comentário