A Genética Divina – é sobre esse livro maravilhoso que comentarei um pouco nesse texto. Cada comentário que escrevi aqui faz parte de um conjunto de razões pelas quais o livro vai te surpreender. Vamos começar?

A obra se desenvolve biblicamente sobre a história do homem desde a criação, passando pela queda e chegando à salvação, inserindo de forma muito coerente e coesa a genética como uma figura ilustrativa.

Para quem não sabe, o material genético também é conhecido como DNA e segundo os cientistas é o elemento que nos identifica como espécie. Nele todas as informações do funcionamento e aparência do nosso corpo estão contidas. O homem, portanto, é fruto do encontro do DNA feminino e masculino. Ou seja, só há vida porque há DNA. Logo, o título do livro em si já é uma excelente comparação, pois ter a genética divina significa ter a vida de Deus. Como introdução ao assunto, leia os excertos a seguir:

“Deus foi o primeiro geneticista. Ele criou todos os seres vivos com um DNA. O DNA é característico de cada um; cada ser vivo tem o seu DNA específico; cada variedade de planta tem o seu DNA. O dos seres humanos é mais detalhado ainda.” (p. 15).

“[…] não se diz que o homem foi feito segundo a sua espécie, mas foi feito segundo a imagem e semelhança de Deus, isto é, conforme a espécie divina. Isso é extraordinário. […] O homem foi criado segundo a espécie de Deus! […] Você precisa vibrar com essa notícia: você tem o DNA de Deus! Você é da genética de Deus! Você é da melhor genética, a divina! Você é da espécie de Deus!” (p. 20).

Também gostei da coragem do escritor ao abordar temas que são muito importantes para consolidar a fé e trazer posicionamento bíblico, como:

  • dinossauros;
  • humanoides do passado (aqueles que a ciência diz serem nossos “ancestrais” em uma remota linha evolutiva);
  • gigantes na Bíblia;
  • anjos caídos; e
  • origem dos demônios e espíritos imundos.

Outro ponto forte é que o livro está cheio de referências para você checar biblicamente tudo o que é dito. Ou seja, não é achismo, nem construção fantasiosa, é Bíblia pura e explicada! Amo obras assim! Trata-se de uma verdadeira exposição do texto sagrado que tem o poder para nos impressionar, mudar nossa vida e nos levar para mais perto de Deus.A genética divina

Veja a capa do livro:

Dito isso, separei alguns trechos do livro e gostaria que você lesse.

A genética divina nos dá uma visão muito mais elevada da pregação do evangelho

“A Palavra de Deus é o ‘esperma’, o ‘sêmen’ de Deus, que fecunda nosso espírito para gerar vida divina, fazendo de nós filhos de Deus, com Seu DNA, a Sua genética. Isso nos dá uma visão muito mais elevada da pregação do evangelho. Quando pregamos o evangelho para  uma pessoa que não tem a vida de Deus, sabe o que estamos fazendo? ‘Inseminando’ essa pessoa com a vida de Deus, em seu espírito humano, que é como se fosse o ‘útero’ espiritual do ser humano.” (p. 25).

A genética divina foi contaminada com a queda do homem

“Ao comer da árvore errada, o homem permitiu que se injetasse nele o veneno do pecado, o DNA do pecado. E, logo na primeira geração, já se manifestou a mudança genética. Caim teve inveja e ciúmes de Abel, seu irmão, e, consequentemente, o matou (Gn 4:1-8). Cometeu homicídio e mentiu a Deus. Só aqui já foram introduzidos vários elementos estranhos à genética divina: o ciúme, a inveja, o ódio, o homicídio e a mentira.” (p. 33).

A genética divina é provada pelo testificar do Espírito de Deus em nós

“Há um teste do DNA de Deus. Mesmo depois de nascer de Deus, ás vezes nos enfraquecemos e pecamos. Com isso, ofendemos a Deus, e Satanás se aproveita dessa situação para colocar em nossa mente que um verdadeiro filho de Deus não faz essas coisas. Ele consegue por um momento colocar dúvidas em nós com relação ao novo nascimento e pode até nos convencer a não crer mais que somos filhos de Deus. Nesse momento, o Espírito de Deus dentro de nós ‘testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus’, conforme diz Romanos 8:16” (p. 57).

“Portanto o testemunho do Espírito com nosso espírito tem os dois lados: quando esquecemos que somos filhos de Deus, Ele testifica: ‘Você é filho de Deus’, para nos lembrar. Quando nos sentimos condenados por algum pecado ou transgressão e pensamos que já não somos filhos de Deus, Ele também vem testificar dizendo: ‘Você é filho de Deus, sim’.” (pp. 72-73).

Conclusão

Por tudo o que eu já disse acima e pela excelente experiência que tive, recomendo a leitura de “A Genética Divina” de Ezra Ma, especialmente para quem deseja entender melhor a necessidade da salvação e o plano de Deus para o homem no presente e no futuro.

Ao final da leitura, com certeza o leitor sai com uma compreensão muito boa sobre como foi criado o homem, o que o corrompeu, o que Deus fez para o salvar e qual o caminho lhe foi preparado, uma vez que ele crê em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador. Tudo isso, de forma gostosa, objetiva e suficientemente profunda em apenas 95 páginas.

Corre lá, adquira seu exemplar e comece a ler assim que puder, pois o livro com certeza vai surpreender, cativar e edificar você.

como adquirir o livro

CLIQUE AQUI E ADQUIRA SEU EXEMPLAR →

 

Deixe seu comentário