Você já se sentiu distante de Deus ou até mesmo abandonado por Ele? Depois de algum tempo distante de Sua presença, já tentou voltar, mas não conseguiu? Saiba que você não é o único a passar por isso. E há esperança, pois é possível voltar aos braços do Pai.

O mundo pós-moderno, com suas ideologias, busca ao máximo nos conformar a seus padrões, moldar-nos a sua forma, o que pode nos distanciar cada vez mais de Deus. O presente mundo secular é como um rio, com correnteza contrária a nós. Para vencê-la, é preciso estar firme em Deus, e há três itens que nos ajudam a achegar-nos a Ele. São eles: a , a confiança no sangue e a intrepidez.

ACHEGAR-SE A DEUS PELA FÉ

“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hb 11:6).

Primeiramente, para nos achegar a Deus é preciso ter a fé. O homem foi criado de maneira especial, com uma parte do próprio Deus em seu interior, o espírito (Gn 2:7; Jó 32:8). Seu desejo, desde o princípio, é ter comunhão com o homem que criara (Gn 3:8). Mas por pecar, ele foi apartado de Deus (Gn 3:23-24; Is 59:2), pois Ele é santo, e abomina o pecado. A fé nos provê solução para este problema. Ao crer na obra redentora de Cristo na cruz, somos justificados e aquilo que antes fazia separação entre nós e Deus é removido. Além disso, ao crer, tornamo-nos filhos de Deus (Jo 1:12), e como filhos Dele podemos receber tudo o que Ele é e tem. A fé é o meio de obter mais da vida de Deus em nossa vida.

ACHEGAR-SE A DEUS PELA CONFIANÇA NO SANGUE

Em Hebreus 4:15-16 lemos: “Porque não temos sumo sacerdote que não possa se compadecer de nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna”. No Antigo Testamento, o sumo sacerdote adentrava o Santo dos Santos para fazer expiação pelos seus próprios pecados e os do povo (Lv 9:7). Ali ele corria risco de ser fulminado pela glória de Deus (Lv 16:2-4, 12-14). Contudo era necessário oferecer sacrifícios para se purificar dos pecados, e então, achegar-se a Deus. Do mesmo modo, hoje temos o sangue de Jesus que foi derramado em nosso favor, de uma vez por todas para remissão de nossos pecados (Hb 7:27; Ef 2:15). Confessemos os pecados e confiemos no sangue de Jesus, pois ele é capaz de nos purificar de toda injustiça (1 Jo 1:7, 9).

ACHEGAR-SE A DEUS COM INTREPIDEZ

Usando a fé e confiando no sangue, podemos nos achegar ao Pai com intrepidez. O véu do santuário se rasgou de alto a baixo (Mt 27:51), e hoje temos livre acesso ao lugar de habitação de Deus, o Santo dos Santos, o nosso espírito. Em Hebreus 10:19-20 diz: “Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne”. Uma pessoa intrépida é ousada, tem iniciativa, é proativa. Portanto não espere, tome uma atitude: volte-se ao espírito e tenha comunhão com Deus. Sendo intrépidos ao orar, ao ler a Palavra e ao ter comunhão com Deus, Ele se revelará a nós!

LEVAR OUTROS A ACHEGAR-SE A DEUS

Uma vez que cremos na obra de Cristo na cruz usando a fé, que confiamos em Seu sangue redentor e que temos intrepidez para nos achegar a Deus, Ele pode trabalhar em nosso interior. Estamos seguros em Seus braços, porém ainda é preciso levar outros a Deus. Em Romanos 10:17 está escrito: “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo”. Deus deu a Adão e a Eva a ordem para crescer e multiplicar, sujeitar a terra e dominá-la (Gn 1:27-28), mas para isso o homem deveria comer constantemente da árvore da vida, ou seja, estar em comunhão constante com Deus, se achegando a Ele para ser suprido da Sua vida. Da mesma forma, hoje, Deus ainda nos dá a incumbência de sujeitar a terra, de dominar sobre ela. Satanás é o príncipe deste mundo (Jo 12:31; 14:30; 16:11), e o mundo inteiro jaz no maligno (1 Jo 5:19). Sendo assim, resta àqueles que desejam se achegar ao Pai, cumprir a comissão de levar salvação às pessoas por meio da pregação da Palavra (Rm 10:14-15).

Jesus é o Senhor!

Deixe seu comentário