John Newton foi um cristão nascido na Inglaterra e escreveu aquele hino que talvez seja o mais conhecido até hoje: Amazing Grace. John Newton foi a prova viva de que somos salvos pela graça e que isso é um dom de Deus.

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, isto não vem de vós, é dom de Deus.” — Ef 2:8

Neste post, gostaríamos de nos aprofundar na experiência que o hino Amazing Grace traz a todos os cristãos. Para tanto, vamos te contar um pouco mais da história de John Newton e de seu testemunho.

O HINO

Ouça Amazing Grace nessa versão que já apresenta um pouco do conteúdo da música e introduz muito bem esse texto:

LETRA ORIGINAL E TRADUÇÃO 

Antes de falarmos sobre o testemunho de John Newton, que permanece até hoje, vamos apresentar a música. Abaixo nós colocamos a letra em inglês e a sua tradução para o português (clique no sinal de + para ver).

Letra Original e Tradução

Nesse momento faremos uma reflexão da letra do hino. Primeiro perguntamos: O que é graça? Segundo o grego, graça vem de charis que significa “graça ou favor imerecido”. Em outras palavras se trata de receber algo que você não merecia receber. Isso é graça!

John Newton descreve um pecador que foi salvo pela graça.

Efésios 2:4:-5 nos diz:

“Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, – pela graça sois salvos,”

Portanto, outrora mortos em nossos delitos, podemos ter acesso a vida de Cristo. Mas como podemos desfrutar dessa salvação? Mediante a Fé! Mais adiante no versículo 8, Paulo nos diz: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus”.

Desfrutamos a salvação concedida pela Fé! Fé é crer, é receber. Quando cremos no Senhor Jesus fomos salvos.

Mas não somente isso, a letra ainda nos encoraja a esperar passar a eternidade com o Senhor Jesus. Nós Cristão temos uma esperança, encontrarmos o nosso amado Senhor! Lemos:

“Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.” — Romanos 5:1-2

Romanos capítulo 5 nos diz que pela Fé em Cristo obtivemos essa graça e nela temos uma esperança, a esperança da glória de Deus. No capítulo 22 de Apocalipse , versículo 5,  João nos escreve:

“Então, já não haverá noite, nem precisam eles de luz de candeia, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos.” — Apocalipse 22:5

Desfrutar e receber a Graça é o começo de nossa carreira Cristã. Hoje desfrutamos um antegozo espiritual. No futuro iremos passar a eternidade com o nosso amado Senhor.

– 

A HISTÓRIA DE JOHN NEWTON

John Newton nasceu em Londres no dia 24 de julho de 1725. Seu pai, um capitão de navio comercial,  apesar de ser um homem rígido e reservado, o amava. A mãe de John Newton era uma mulher atenciosa e cuidadosa. Ela lhe ensinou a respeito da palavra de Deus. Infelizmente, faleceu quando ele ainda não havia nem completado sete anos, vítima de tuberculose. Após esse acontecimento, seu pai casou-se novamente.

Neste novo casamento, seu pai teve outro filho. Ele lamentava o fato de seu pai e sua madrasta darem mais atenção ao novo membro família do que a ele próprio, de modo que John Newton foi levado pela influência negativa de seus colegas. Na idade de 11 anos, John Newton fez sua  primeira viagem marítima, na companhia de seu pai, durante a qual rapidamente aprendeu os hábitos e o viver de um verdadeiro marinheiro.

Nos cinco anos seguintes, John se viu forçado a refletir sobre sua condição. Em uma ocasião, faltou pouco para que embarcasse em um navio que levava a bordo um de seus amigos. Posteriormente, ele soube que aquele navio naufragara e que seu amigo, junto com vários outros tripulantes, havia morrido afogado.

Também foi nessa época que Newton teve um sonho, no qual jogava fora um anel que representava toda a misericórdia de Deus. Passar por essas experiências mexeu com sua consciência, o que fez com que ele buscasse contato com Deus. No entanto, passado este momento, ele logo se voltava para si e fechava as portas de seu coração para Deus. Em seu testemunho Newton afirmou: “Eu geralmente considerava a religião como um meio necessário para se escapar do inferno; mas eu amava o pecado e não estava disposto a abandoná-lo”.

Em sua juventude, quando completou 19 anos de idade, Newton foi convocado para servir na Marinha Britânica e veio a se tornar o capitão de um navio que fazia transporte de escravos. John, não imaginava que a partir daí sua vida mudaria drasticamente.

amazing grace

Como Comandante de um Navio.

John se tornou o comandante de um navio negreiro. Os navios faziam a primeira parte da viagem praticamente vazios, até que chegavam na costa africana. No continente africano, os nativos entregariam aos europeus os homens e mulheres, capturados nas invasões e nas guerras entre as tribos. Os compradores selecionariam os mais aptos, e os comprariam em troca de armas, munição, licor e tecidos. Os nativos  seriam trazidos, então, à bordo e preparados para a jornada. A viagem era desgastante e desafiadora. Os escravos eram acorrentados abaixo das plataformas para impedir suicídios.

Os capitães procuravam fazer uma viagem rápida, esperando preservar ao máximo a carga; contudo, a taxa de mortalidade era alta, cerca de 20% ou mais. Quando um vírus ou doença acometia a tripulação, os infectados eram jogados ao mar. Uma vez que chegavam ao Novo Mundo, os negros eram negociados por açúcar e melaço.

A Tempestade.

Em 1748 o barco em que estava foi atingido por uma violenta tempestade. Tripulação, cargas e suprimentos foram perdidos no mar. Por temer a morte, Newton orou a Deus e lhe entregou sua vida. Depois de quatro dias, a tempestade se dissipou. Newton agradeceu a Deus pelo livramento que tiveram. Isto despertou em John o desejo de ler a palavra de Deus. Quando leu o capítulo 15 do evangelho de Lucas foi grandemente impactado pala história do filho pródigo.

O navio ficou á deriva por um mês. Tendo chegado ao continente Newton decidiu voltar para a Igreja. Ele declarou: “Penso que aquele foi o início de meu retorno para Deus, ou antes, o retorno dEle para mim; contudo, só considero que vim a ser crente em Cristo (no sentido pleno da palavra crente) muito tempo depois daquele momento”

Transformado pela Fé em Cristo.

A maravilhosa graça de Deus se manifestou no  momento exato em que John Newton creu.  No início, Newton não percebia todas as áreas de sua vida que precisavam ser transformadas pela graça de Deus. Inclusive, em alguns momentos John não tinha convicção a respeito da sua salvação. Até que foi encorajado por um irmão em Cristo e também capitão de navio. Newton declarou: “Eu comecei a entender […] e a ter esperança de ser preservado e salvo, não por meu próprio poder e santidade, mas pelo imenso poder e promessa de Deus, através da fé num Salvador imutável”.

Newton passou então a ministrar cultos de oração e adoração nas viagens de barco que fazia. Ele tomou a decisão de abandonar o tráfico de escravos por sentir que se tratava de algo imoral,  se tornando grande contribuinte do movimento da abolição da escravatura na Inglaterra.

A Maravilhosa Graça

A vida de John Newton transformou-se completamente após a sua conversão. Ele se tornou pastor e exerceu o ministério pastoral por 23 anos, sempre testemunhando sobre a graça de Deus. Além de compor o hino Amazing Grace ele também compôs muitos outros, como o hino 45 ( do“Hinário” publicado pela Editora Árvore da Vida) “How Sweet the Name of Jesus” (Quão Doce o Nome de Jesus).

Newton influenciou alguns nomes importantes do estabelecimento do Cristianismo na Inglaterra, tais como,  George Whitefield e John Wesley.

No túmulo de Newton, lê-se:

“John Newton, uma vez um infiel e um libertino, um mercador de escravos na África, foi, pela misericórdia de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, perdoado e inspirado a pregar a mesma fé que ele tinha se esforçado muito por destruir.”

Querido leitor saiba que Deus utiliza dos mais diversos caminhos para nos salvar. Reflita á respeito da sua experiência e conclua sobre as pessoas e as situações que Deus utilizou para te alcançar. Espero que você tenha conhecido um pouco mais a experiência de John Newton, seu valioso testemunho e o conteúdo da música Amazing Grace.

Se quiser saber mais a respeito de John Newton acesse os links abaixo:

  1. Biografia Jonh Newton | via Reavivamentos;
  2. Biografia de John Newton e história da música Amazing Grace | via Assembleianos Puritanos
  3. A história de John Newton e do hino Amazing Grace | via Seara News

Jesus é o Senhor!

Até o próximo post!