“Dois caçadores conversavam:

– Nesse final de semana eu estava caçando uma onça, porém, ela percebeu minha presença e veio correndo em minha direção. Quando chegou bem perto e estava se preparando para dar o bote, eu dei um grito com todas as minhas forças. Ela se assustou e fugiu, por isso estou vivo!

– Que mentira!

– Não é mentira! Você não acredita em mim? Você é meu amigo ou amigo da onça?”

Essa história é uma das explicações para a origem da expressão “amigo da onça”, que é como chamamos o amigo falso. Cara, você conhece alguém com um amigo assim? É ruim demais… São amigos em quem não se pode confiar, que na frente se fazem de bonzinhos, mas pelas costas falam mal. Muitas vezes, não se percebe essa falsidade enquanto o suposto amigo não mostra as garras na sua frente. O pior é confiar na pessoa por muito tempo e depois descobrir que aquela confiança toda tinha sido jogada no lixo.

Ser um amigo falso é algo terrível! Porém, também existem amigos da onça que parecem muito bonzinhos. Eles não falam mal, mas se aproveitam da inocência e levam a fazer o mal junto com eles. Com isso, quem é certinho acaba fazendo as coisas erradas porque quer fazer parte do grupo, quer ter amigos e não vê outra forma além dessa.

Infelizmente, esses são os mais perigosos amigos da onça, pois suas estratégias são difíceis de perceber. Eles apresentam uma vida gostosa, passageira e que aparentemente satisfaz. Jogam com sua necessidade de aceitação e sua identidade em formação. Daí, você, que é adolescente cristão, esconde o fato de ser filho de Deus e assume a identidade que os amigos do mundo dão. Passa a ser chamado de parça, brother e mano. Entra para o grupinho e, sem perceber, assim como eles, torna-se mais amigo dos prazeres que amigo de Deus (2 Timóteo 3:4), abraça o mundo e fecha a porta na cara de Jesus!

Brother, amigos são importantes, mas eles não podem definir você! Não são seus amigos que devem definir você, mas você é quem deve definir seus amigos. A Bíblia nos fala que a finalidade dos amigos é nos tornar cada vez mais afiados, pois assim como o ferro afia o ferro, um amigo afia o outro (Provérbios 27:17).

Infelizmente, há muitos amigos da onça que estão fazendo o contrário, estão tentando fazer com que você se torne ferro cego, sem corte e sem utilidade. Eles estimulam você a se rebelar contra Deus, seus pais e seus professores. É por isso que a Bíblia revela que quem é amigo do mundo é inimigo de Deus (Tiago 4:4).

Pense sobre esse assunto. Assuma sua identidade como cristão, e deixe a convicção de saber que você é filho e herdeiro de Deus governar sua vida. Redefina suas amizades e, se for difícil, peça a Deus que ajude você. E, é claro, você também pode buscar força com seus líderes da igreja, seus pais e até os amigos cristãos. Se ligue: tome uma atitude antes que o falso amigo te dê como comida para a onça!

Foto de Geran de Klerk.
Uma versão deste texto foi publicada no Jornal Árvore da Vida (JAV), um periódico cristão mensal com diversas colunas. Clique aqui para saber mais ou clique aqui para fazer sua assinatura.

Deixe seu comentário