“Satanás não somente ataca a mente e o corpo, mas também a consciência. Esse ataque é o que nós chamamos de acusação. Ela causa grande aflição para o cristão que se sente em falta e, portanto, não pode levantar-se diante de Deus. A acusação pode enfraquecer todo o nosso ser e muitos não se atrevem a resistir, por medo de que possa ser a repreensão do Espírito Santo. Eles não conseguem distinguir entre uma e outra e acabam aceitando a imputação do Inimigo. Consequentemente, suas vidas são consumidas debaixo da opressão do diabo. Lembre-se que a acusação satânica pode incapacitar uma pessoa mais espiritual e útil, e reduzi-la a nada. Uma consciência enfraquecida enfraquece a pessoa inteira.

Qual é a diferença entre uma consciência sob acusação maligna e a repreensão do Espírito Santo? É extremamente importante que conheçamos a diferença.

1) A acusação de Satanás nunca é clara e nítida, enquanto que a revelação de Deus distintamente coloca seu pecado diante de você(…) Ela nunca vem claramente, mas, antes, sussurra até você se sentir grandemente afligido. Entretanto, quando o Espírito Santo vem, Ele ilumina com uma grande luz de tal modo que você objetivamente vê sua falta.

2) A acusação satânica carece de propósito positivo. Ela não edifica, mas, ao contrário, causa-lhe sofrimento. Ela sussurra até afetá-lo, oprimindo-o de tal forma que você não é mais capaz de se levantar diante de Deus. O propósito da repreensão do Espírito Santo, contudo, é que você seja fortalecido, e não enfraquecido(…)

3) Os resultados da acusação Satânica são muito diferentes dos resultados da repreensão do Espírito Santo. Se for a repreensão do Espírito Santo, você terá alegria, e no mínimo, paz interior após você ter confessado seu pecado. (…) Com a acusação Satânica não é assim. Mesmo quando você ora e confessa, você está ainda incomodado pelo seu murmúrio. Ele insinuará que você é pecaminoso e inútil, que sua confissão diante de Deus de nada aproveita (…).

Seja cuidadoso, então, para não cair em sua armadilha! Tenha bem em mente que, através do sangue do Senhor, nossa consciência pode ser purificada. Nenhum pecado no mundo é tão grande que o Sangue não possa limpá-lo (1 Jo 1:7) (…). Acusações satânicas nunca precisam ser confessadas.(…)

Não seja tão inconstante a ponto de pensar que é impossível para você resistir à essas acusações, ainda que você deseje não tê-las. Se você não fizer nada, a não ser pensar da manhã até à noite, você será confundido. Mas se resistir, você vencerá. Você deve declarar: ‘Eu resisto! Eu não aceito isto. Eu me oponho a toda acusação na minha consciência! Eu tomo posição contra estas acusações que vem de Satanás! Eu permaneço diante de Deus debaixo do sangue, porque o sangue é sempre eficaz para mim! Eu rejeito estas acusações'”. Uma vez que repreendemos as acusações, não precisamos fazê-lo novamente, apenas crer. “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tg 4:7).

Trechos de Resistindo ao Diabo, de Watchman Nee.

Español     English

Deixe seu comentário