A Bíblia é 100% inspirada por Deus e merece que nela creiamos por completo. Da primeira até a última página, o Livro Sagrado é a voz do Todo-Poderoso. Assim sendo, de forma sábia e coerente, Deus utilizou pessoas de diferentes nações, épocas e profissões para mostrar Seu plano. Uma dessas pessoas foi Paulo, de quem Deus fluiu de forma tão abundante ao ponto de torná-lo escritor de mais da metade do conteúdo do Novo Testamento, incluindo Romanos.

Romanos é considerado um verdadeiro tratado teológico. Seu conteúdo é impactante e transformador. Ao ler essa epístola, Agostinho deixou sua vida devassa e se entregou para Jesus. Lutero descobriu em suas palavras que a salvação vem pela fé e deu início à Reforma Protestante. Essa Palavra reavivou John Wesley e toda a Inglaterra no século XVIII. Não se pode prever o que acontecerá quando alguém tem contato com essa carta. Que tal, querido jovem, permitir que Deus chacoalhe você através do poder explosivo do evangelho completo que está ali?

Romanos carrega consigo a explicação de todos os problemas humanos e também a solução definitiva para todos eles. No centro de todo o mal está o pecado e, como antídoto para esse veneno, é apresentada a salvação representada na morte vicária de Cristo.

No meio do caminho, é apresentado o ser humano como a pessoa mais aflita do universo, pois embora deseje fazer o bem, faz o mal que não quer (Romanos 7:15,19). Você já reparou que muitos vivem assim? Todos os dias vemos pessoas que querem falar a verdade, mas mentem; querem ser puras, mas praticam pecados sexuais; querem ser sóbrias, mas tomam álcool; querem servir a Deus, mas vivem como se Ele não existisse.

Esses conflitos têm origem no pecado, o qual foi injetado no homem como um veneno mortal após a queda humana em Gênesis 3. O pecado é o elemento maligno de Satanás que habita na carne humana como uma lei, forçando-o a fazer o mal. Ao perceber a força escravizadora que o pecado possui, Paulo se considerou miserável (Romanos 7:24).

O pecado é a raiz de todos os males do universo e de muitos dos embates pessoais relacionados a fazer o mal que não queremos. O antídoto é somente um: o Espírito que dá vida (Romanos 8:2), que salva quem crê. Isso foi possível graças à morte substitutiva de Cristo, que tomou sobre si as nossas dores, que foi moído, ferido e feito pecado por nós (2 Coríntios 5:21). O castigo que nos trouxe a paz estava sobre Ele e Seu sofrimento foi nossa cura (Isaías 53:5).

Entendendo a origem do conflito interno da humanidade, há apenas uma reação: crer e ser salvo! (Romanos 1:16). Por isso, confesse Jesus como seu Senhor e com o coração tenha fé de que Ele ressuscitou para te vivificar (Romanos 10:9-10). Assim, Deus te liberta do poder do pecado, fica do teu lado e te dá o poder de andar no Espírito para vencer a batalha interior. Creia, seja salvo e vença!

Deixe seu comentário