Ao crer no Senhor Jesus, iniciamos uma carreira e passamos a trilhar o caminho que nos levará a reinar com Ele na era vindoura (Hb 2:5). Quando aceitamos o Senhor como nosso Salvador, estamos declarando a Ele, ao mundo e a nós próprios que já não queremos ser os mesmos, pois, a salvação grandiosa nos alcançou. Com isso, sabemos que teremos de negar as nossas próprias vontades para O seguir (Mt 16:24; Lc 9:23). Agora, o objetivo Dele é infundir a Sua natureza em nós até nos tornarmos semelhantes a Ele (Rm 8:29; 2 Pe 1:4; 1 Jo 3:2). Uma semelhança não na deidade, mas em vida e natureza.

Mas o que é preciso para viver para Deus e andar rumo a esse objetivo? Sabemos que para servir o Senhor e vê-Lo, é necessário santificar-se (Hb 12:14b). Santificar-se significa receber diariamente mais da natureza santa de Deus em nosso interior e, assim, tornar-nos mais parecidos com Ele.  Sabemos que não é algo tão simples, é uma luta do Espírito contra a carne, isto é, a natureza humana pecaminosa (Gl 5:17). Por isso é necessário invocar o nome do Senhor, voltar-nos a Ele com mais frequência durante o nosso dia e, assim, mais da Sua vida será introduzida em nosso ser. Se nosso espírito for exercitado,  nossa carne terá menos poder sobre nós, até que o Senhor nos alcance por completo. O único meio de vencer nossas vontades é estando cheios de Cristo.

É PRECISO PERSEVERAR

Algumas vezes, por estarmos alheios à esfera espiritual, nossa carne acaba achando espaço. Mas, o Senhor é sempre misericordioso e nos leva de volta à Sua santa presença. Ao ouvir a voz do Senhor lhe chamando ao espírito, o lugar onde o Espírito de Deus habita, não se demore, aceite o convite, achegue-se a Ele e permita que Ele renove o seu interior e  a sua mente. O importante é não desistir de vencer o pecado, suas vontades e seu ego.

“Portanto, irmãos, rogo pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”  (Rm 12:1-2).

CONHECER DEUS

Além disso, é essencial conhecer o coração do Senhor. Quanto mais O conhecemos, mais amor por Ele teremos. Assim nosso ser terá prazer em servi-Lo com pureza e quando tivermos vontade de exercitar nossa carne, seremos constrangidos a não mais entristecer o coração do nosso Deus. Nossa visão sobre alguém é superficial se não o conhecemos. Por isso, quanto mais O conhecermos, mais nossa visão sobre Ele mudará.

Mas não será possível conhecê-Lo se não o buscarmos. Ele abrirá o Seu coração a nós quando entregarmos mais de nós mesmos a Ele, e então poderemos contemplá-Lo. Se investirmos  mais do nosso tempo invocando o Seu Nome, lendo e orando a Palavra (Jo 17:17) e desfrutando da Sua Pessoa, alcançaremos um viver santo e agradável.

Conhecendo Deus, nos apaixonaremos por Ele e nos santificaremos; e sentiremos uma grande necessidade de viver no Espírito.

Temos um Deus amoroso. Mesmo que algumas vezes você se encontre exercitando a sua carne, cometendo pecados, Ele estará esperando você  O chamar, disponível para ter comunhão e te abraçar com perdão. Estamos escrevendo a nossa história cristã e o desfecho depende de quantas vezes a vida de Deus encontrará espaço para nos levar ao caminho correto, depende de quantas vezes vamos renunciar as nossas vontades fazendo com que  a vontade daquele que nos chamou e nos escolheu prevaleça.

O Senhor tem sempre algo mais a ser revelado. Precisamos ter  o Reino como nossa meta e estar corretos diante Dele, expressando Sua vida que opera em nós. O nosso viver é testemunho de que Cristo é a salvação completa, e essa salvação acontece  dia a dia, quando negamos a nossa vida da alma, tomamos a Cruz e seguimos o Senhor. Para que essa transformação aconteça o nosso coração precisa estar aberto, para que Cristo nos esvazie, tirando tudo que ainda pertence a nossa velha natureza, preenchendo-nos com a vida divina. Por fim, quando as pessoas olharem para você,  não verão mais uma pessoa comum, mas alguém que é reflexo da natureza de Deus. O resultado da nossa consagração será que, quando Cristo, que é nossa vida, Se manifestar, então nós seremos manifestados com Ele em glória (Cl 3:4).

Por isso, busque ao Senhor, busque conhecê-lo. Aproximar-se de Deus é aproximar-se da santidade. Quanto mais íntimo, mais vida e natureza de Deus entrarão em você , dessa forma, você se tornará santo, como Deus é santo! E o resultado futuro, será o que já disse: viver a manifestação plena da glória juntamente com Cristo em Deus.

Colaboração enviada por Dâmaris Sena.

 

Deixe seu comentário