O que é crer? Crer não é simplesmente pensar de maneira positiva, nem alimentar esperanças infundadas. Crer é colocar nossa confiança em alguém ou em algo. É um verbo de ação. Isto envolve uma decisão constante. Decidimos crer ou decidimos não crer. Crer é saber que o melhor está por vir.

No significado bíblico, crer é algo que compromete a profundidade de nosso coração e não somente nossa mente. Quando cremos, ligamos as realidades com o compromisso de ancorar nossa esperança na pessoa de Jesus. Quando cremos, reconhecemos que o Senhor Jesus pode nos dar o melhor, mesmo quando as circunstâncias ao nosso redor não são favoráveis.

Um fato bíblico que mostra uma atitude de fé está em Marcos 6, quando houve a multiplicação de cinco pães e dois peixes. No versículo 35, os discípulos confirmaram que o lugar em que eles estavam era deserto, porém a multidão não foi intimidada a não ir, apesar de suas falhas, eles seguiam a Jesus, independentemente da situação.

Diante dessa atitude de fé, Jesus era motivado a realizar milagres, pois via na multidão um coração de busca; de estar perto Dele. Entretanto, Jesus sabia que assim como a multidão tinha uma busca por  alimento espiritual, eles também tinham a necessidade de alimento físico. Havia pouquíssima comida e não havia dinheiro para comprar mais alimento. O máximo que tinham era cinco pães e dois peixinhos.Os discípulos não propuseram que a multidão se alimentasse com Jesus, pelo contrário, ordenou que Jesus se despedisse da multidão e deixasse que eles mesmos procurassem o que comer (Mc 6:36). Porém Jesus teve misericórdia da multidão que o seguia e disse para os discípulos alimentarem a multidão (Mc 6:37). Porém os discípulos murmuraram e não creram que conseguiriam alimentar a multidão com apenas duzentos denários de pão (Mc 6:38). Aleluia que o nosso Deus nos surpreende e a cada dia Ele nos nos mostra que onde há um coração inteiro para Ele, Ele pode fazer do impossível (aos nossos olhos), o possível! Jesus, então, ordenou que se assentassem sobre a relva verde (Mc 6:39-40). Isso proporcionou o ambiente adequado para o milagre da multiplicação. Jesus não apenas realizou o milagre de alimentar toda a multidão, como fez também sobrar doze cestos cheios (Mc 6:43). O princípio desse fato bíblico é que somente quando o homem pára de agir, de tentar ajudar Deus, Ele pode agir.

A multidão atendeu à ordem do Senhor, que era assentar com tranquilidade sobre a relva verde, esperando o suprimento Dele. Assim como a multidão repousou esperando a providência do Senhor, a nós também cabe esperar. Nossa preocupação e nossos palpites não podem saciar a fome de ninguém, muito menos de nós mesmos (Mc 6:36-37). Não temos capacidade nenhuma de fazer algo independente de Deus. Pois “qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?” ( Mt 6:27).

Percebemos que o primeiro passo de fé que precisamos ter é seguir o Senhor, não importando as circunstâncias ao redor, buscar estar perto Dele. Uma maneira simples e eficiente é o invocar: Ó Senhor Jesus! O segundo passo é crer. Não adiantaria estar perto de Jesus apenas para ficar ouvindo belas palavras ou presenciando milagres. É também preciso crer! A fé adequada espera a provisão do Senhor, assim como a multidão que o seguia. Enquanto apresentamos nossas sugestões, acreditando nelas, impedimos a ação de Deus. Quando o Senhor Jesus nos ordena: “sente-se na relva”, o que precisamos é ouvir, obedecer e esperar crendo. Isto é fé. Quando aguardamos Nele, Deus realiza o milagre e sacia todas as nossas necessidades.

Assim como a multidão repousou esperando a providência do Senhor, a nós também cabe esperar. Nossa preocupação e nossos palpites não podem saciar a fome de ninguém, muito menos de nós mesmos (Mc 6:36-37). Não temos capacidade nenhuma de fazer algo independente de Deus. Pois “qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?”( Mt 6:27).


Texto inspirado no Livro Estrelas no Poço, da série Em Tudo Uma Lição, da Editora Árvore da Vida.

Deixe seu comentário