Você sabia que Deus um dia vai julgar todos os segredos dos homens? (Romanos 2:16). Curioso, não? Temos a tendência de achar que nenhuma pessoa sabe o que fazemos escondido. Porém, a verdade é: você pode até pensar que ninguém viu, mas Deus é onipresente, ou seja, está em todo lugar, e onisciente, isto é, conhece cada um dos caminhos dos homens (Provérbios 15:3, 5:21).

Com certeza, Deus lê as atualizações publicadas no mural da sua vida diariamente. Esse mural é diferente dos murais de Facebook, Twitter, Instagram ou Snapchat porque você não pode apagar o que foi publicado.

Ao rolar esse feed, Deus não pula nenhuma notícia nova. Isso significa que Ele sabe quando você mata aula, mesmo quando seus pais não sabem. Ele sabe quando você cola na prova, mesmo quando seu professor não sabe. Ele sabe o que você faz escondido tarde da noite olhando o celular, mesmo quando ninguém sabe. Se Deus conhece até o que está lá dentro do seu coração (Salmos 44:21), muito mais Ele sabe a respeito do que você faz exteriormente. Olha só o que diz Moisés em Salmos 90:8: “Diante de ti puseste as nossas iniquidades e, sob a luz do teu rosto, os nossos pecados ocultos”.

Brother, no dia que Deus estiver no trono para analisar o que fizemos em oculto, aí o bicho vai pegar. Imagina só, Ele sentado lá revelando tudo o que você pensava que estava encoberto (Lucas 12:2). O resultado do julgamento não vai ser legal! Afinal, ninguém esconde o que é bom, virtuoso e certo. As pessoas escondem o que é mal, sujo e errado. Muitas vezes, são coisas tão negativas que seria até vergonhoso falar em voz alta (Efésios 5:12).

Querido adolescente, se você tem segredos como esses, então é melhor não permitir que eles se acumulem um sobre o outro até o ponto de o prejuízo de sua descoberta ser irreversível. O melhor a ser feito é conversar com Deus e contar tudo. Contar seus erros secretos para Deus é confessar os pecados e, quando você faz isso, Ele é fiel e justo para perdoar (1 João 1:9).

Esse perdão envolve o próprio Deus usando seu código especial para reescrever sua linha do tempo. Ele tem poder de apagar o registro e remover inteiramente as falhas que estão publicadas no seu mural (Colossenses 2:14).  Deus limpa seu histórico de notícias ruins! Ele tira fora, lança longe e não se lembra mais (Miquéias 7:18-19; Hebreus 8:12).

Jesus um dia morreu e ressuscitou por você como sacrifício por todos seus pecados, inclusive os escondidos. Por isso, hoje é possível confessar para Deus, ser perdoado e ser liberto da culpa, da acusação e da condenação. É possível ser lavado do mal e receber de volta o prazer da presença de Deus.

Você não pode mudar seu passado, mas Deus pode apagá-lo, se você se arrepender! (Isaías 43:25, Salmos 51:1,9). Sua escolha no presente pode libertar você do seu passado e garantir um maravilhoso futuro: ser filho e herdeiro de Deus (Romanos 8:17). Não pense muito! Simplesmente pare agora, faça sua oração. Revele sua pessoa, atos, palavras e estilo de vida diante Dele. E após, creia: a borracha celestial entrará em ação!

E após isso, lembre: arrependimento não é desculpa para voltar a pecar. A vida cristã não pode levar o slogan da marca OMO: “porque se sujar faz bem”. Ou seja, não é porque foi limpo que pode se sujar de novo. Não é porque foi perdoado que pode voltar a pecar. Se está perdoado, então os próximos passos devem ser rumo à santidade.

Arrependimento genuíno faz parar a prática do pecado. Por isso, Jesus dizia para as pessoas perdoadas: “Vá e não peques mais” (João 5:14, 8:11). Cessar os atos que desagradam a Deus é essencial porque todo pecado deixa consequências, as quais não são apagadas. Por exemplo: você pode ser perdoado por ofender profundamente seu amigo, porém, levará um tempo para reconstruir a confiança.

Outro exemplo: consequências são como cicatrizes e pecados como sujeira que machuca. Deus sempre poderá resolver o problema da sujeira dando-lhe veste nova, limpando e curando seus ferimentos. Porém, machucados geram cicatrizes, as quais permanecerão por baixo dos panos. Quem tem cicatriz, tem vergonha de mostrar; às vezes sente dores no local; e pode até ficar sem sensibilidade na região.

Sendo assim, depois do perdão o melhor caminho é a santidade. E isso significa correr pra longe do pecado, fugir do mal e, assim, evitar que cicatrizes surjam.

Mas calma… fique tranquilo em relação ao que lhe disse, pois se você tem cicatrizes, há esperança. Deus é provisão total e nos ajuda a lidar com as consequências de nossas falhas. Através de Sua presença, Ele dispensa graça, a qual se manifesta como um poderoso socorro para essas ocasiões oportunas (2 Coríntios 12:9; Hebreus 4:16). Sua vida nos permite navegar através das ondas bravias das consequências negativas do pecado e vencê-las!

Diante disso tudo, meu desejo para você, querido leitor, é que seu passado, presente e futuro sejam entregues a ação do Espírito Santo. Para seu passado, Deus tem uma borracha. Para seu presente, Deus tem graça, força, poder, libertação e vitória. Para seu futuro, Deus tem sonhos de que Sua vontade boa, perfeita e agradável se torne realidade em sua vida (Romanos 12:2). Sendo assim, deixe Deus apagar os erros secretos do seu passado, viva Sua graça abundante no presente e experimente Seus sonhos para o futuro!

Uma versão deste texto foi publicada no Jornal Árvore da Vida (JAV), um periódico cristão mensal com diversas colunas. Clique aqui para saber mais ou clique aqui para fazer sua assinatura.

Deixe seu comentário