O cenário era perfeito. O homem fora colocado no Éden, jardim de prazer, junto de sua mulher. Ambos tinham convicção de que nenhum suprimento lhes faltaria. Adão possuía capacidade de cumprir o plano de Deus para sua existência. Até que algo ocorreu: Eva duvidou. A sagaz serpente alcançou vantagem com apenas o questionamento “É assim que Deus disse?” (Gn 3:1), então, a destruição entrou e se propagou a toda descendência do primeiro casal.

Uma forma de Satanás investir para destruir alguém é colocar dúvida em sua mente com respeito à Palavra de Deus, levando-o a questionar Suas ordenanças. O inimigo é muito bom nisso, afinal, ele é o pai da mentira (Jo 8:44). Após lançar a dúvida, ele estrategicamente tenta contradizer e distorcer as verdades ditas por Deus (Mt 4:1-11). Quando desacreditamos na Palavra divina, tornamo-nos vulneráveis, facilmente desobedecemos ao Senhor e ficamos mais suscetíveis a sofrer o dano proveniente do pecado.

Permitir que a dúvida distorça a verdade nos leva a perder o temor e a fé em Deus e nos faz cair. Esse princípio da destruição pode ser visto ao longo da história de vários personagens bíblicos.

O Antigo Testamento mostra que Deus libertou a nação Israel do Egito com mão poderosa. Aquele povo já havia experimentado a salvação e presenciado milagres tremendos. Mas, em meio aos escolhidos para herdar a Boa Terra, alguns não puderam continuar usufruindo das bênçãos preparadas por Ele, por cederem às dúvidas e não permanecerem crendo em Seu poder em determinado momento.

Judas 5 diz: “Quero, pois, lembrar-vos, embora já estejais cientes de tudo uma vez por todas, que o Senhor, tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram”.

No Novo Testamento, Jesus já havia demonstrado Seu poder ao curar diversas enfermidades e Sua sabedoria divina ao instruir os que estavam ao seu redor. Mas ainda assim, foi questionado e rejeitado. Seus conterrâneos optaram por duvidar da Sua capacidade de salvá-los. E a consequência para isso é vista em Mateus 13:58: “E não fez ali muitos milagres por causa da incredulidade deles. Por não crer, o povo nazareno perdeu a oportunidade de receber várias bênçãos e milagres por meio de Cristo.

Jovem, você precisa perceber o quão perigoso é deixar a dúvida a respeito do poder de Deus e Suas promessas surgirem em seu coração. Até aqueles que já provaram da salvação, são tentados a questionar o que Ele pode fazer e se Sua maneira de cuidar é a melhor, especialmente ao passar por situações difíceis. Afinal, essa é a estratégia do inimigo. Nesses momentos onde nossa fé é testada, se prosseguirmos crendo firmes na Sua direção, receberemos bênçãos e conquistaremos o que Ele preparou para nós. Ao duvidarmos, a porta da destruição se abre, pois deixamos de confiar no Pai, nos tornamos incrédulos e podemos até abandonar o testemunho de genuínos filhos de Deus, buscando soluções independentes a Sua vontade.

Mas existe uma saída! Quando essa terrível porta destrutiva se abre, é possível fechá-la com a chave da intimidade com Cristo!

A intimidade com Deus te faz conhecer quem Ele é o que Ele pode fazer. Assim, quando Satanás vem lançar dúvidas na tentativa de te destruir, ele não obtém êxito.

Essa chave é acessível e pode te livrar de muitas situações e pessoas que querem te inutilizar para Deus, danificando sua vida no aspecto humano e espiritual. Ter contato íntimo com o Senhor fecha as brechas do seu coração, não permitindo que Satanás semeie dúvidas e questionamentos a respeito da vontade de Deus para sua vida.

Na minha experiência, todas as vezes que preciso enfrentar um desafio (seja na faculdade, serviço na igreja ou conflito familiar), eu creio no poder de Deus para me fazer vencer e, por isso, tenho um resultado positivo. Se eu não duvido, mesmo que o fim não seja como o que eu havia planejado, há paz e crescimento de vida em mim e nas pessoas ao meu redor.

Portanto, amado leitor, use a chave da intimidade com Deus para fechar toda a porta que se abre para te enfraquecer e destruir (Dn 11:32).

Essa intimidade se adquire na convivência com Cristo, por meio da oração, leitura da Palavra e andar junto dos irmãos da igreja. Não caia na armadilha de Satanás para você.  Nunca questione o falar de Deus, pois a Sua Palavra é fiel e digna de toda aceitação (1 Tm 1:15).

Quando permanecemos na Sua presença, usufruímos todas as Suas bênçãos, pois somos transportados para a dimensão da fé, onde não há dúvidas e os milagres acontecem. A fé é um estágio onde não há questionamentos e você toma posse da vitória que Deus já te preparou (Mc 11:22-24).

Decida fazer parte desse time que crê, que não dá ouvidos para o inimigo e nem anda apenas pelo que se vê ou por experiências passadas. Abra seus ouvidos somente para Deus e viva por fé hoje! Isso vai te levar vencer todos os desafios da sua vida e te fazer conquistar a honra e glória que Ele quer dar a você. Deus é digno de nossa confiança (Js 21:45). Crer nas Suas promessas nos dá descanso e força para vencer tudo. (Sl 125:1; 138:8).

Você que já conhece os princípios para ter uma vida santa e útil ao Senhor, não se deixe levar pelas más influências do pecado, nem pelo questionamento que surgem em sua mente. Seja firme!

Se Deus falou que vai te fazer vencedor em determinada situação, mesmo que aos seus olhos seja impossível, não duvide, mas creia pela intimidade com Ele! (Sl 147:10-11; Lc 1:37).

Além disso, se encontrar alguém que está duvidando, encoraje-o a crer (Jd 22).

Tende cuidado irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo. (Hb 3:12)

Bendito o homem que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor. (Jr 17:7)

Então, disse Jesus ao centurião: Vai-te, e seja feito conforme a tua fé. E, naquela mesma hora, o servo foi curado. (Mt 8:13)

Bem aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor. (Lc 1:45)

Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e o mais Ele fará. (Sl 37:5)

Deixe seu comentário