O Evangelho de Marcos registra que, após a ressurreição do Senhor, um anjo disse a algumas mulheres para contarem aos discípulos e a Pedro o que acontecera. Mas por que “e a Pedro”? Eu não conseguia entender a intenção de Jesus ao citar especificamente o nome de Pedro na passagem de Marcos 16:1-8. Mas, graças a Deus, lendo um livro¹, pude ter clareza a respeito desse trecho. Caso você ainda tenha dúvidas, espero que este texto lhe seja esclarecedor também! Bom desfrute.

Por que ele não disse: “Dizei a Seus discípulos e a João?” (João era “o discípulo amado” do Senhor, muito próximo Dele). Por que não disse: “Dizei a Seus discípulos e a Tomé?” (Tomé duvidou da ressurreição do Senhor). O anjo não mencionou os melhores discípulos ou os mais necessitados de fé, mas especificamente a Pedro. Por que isso?

Pedro cometera um grande pecado três dias antes desse evento:  tão grande pecado que impede o Senhor de confessá-lo diante dos anjos de Deus (Lc 12:9). Pedro não confessou o Senhor diante dos homens, nem mesmo diante de uma humilde criada. Ainda assim, o Senhor queria que  fossem dizer a Seus discípulos e a Pedro sobre Sua ressurreição.

É provável que Pedro ainda se lembrasse de que certa vez disse ao Senhor: “Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim” (Mt 26:33). Pode ser que também se lembrasse que, junto ao lago de Genesaré, ao ver a glória do Senhor, dissera: “Retira-Te de mim, porque sou pecador” (Lc 5:8). Agora, porém, conhecendo sua condição, como ousaria ver o Senhor? Ele reconheceu que estava longe da exigência do Senhor, todavia foi o ver por causa das palavras “e a Pedro“.

Estas palavras podem não ter sido importantes para os outros, mas eram extremamente importantes no coração de Pedro. “E a Pedro” tinha um significado especial para ele. Em todo tempo, a recordação dessas palavras era doce.

Se o Senhor tivesse pedido para as mulheres que dissessem apenas aos discípulos, Pedro teria pensado que alguém como ele não era digno de ser Seu discípulo, ou teria deixado de sê-lo. Sem essa palavra, Pedro não teria a ousadia de ir vê-Lo. Mas o Senhor disse: “E a Pedro“. Isso mostrou que Ele ainda o queria.

O Senhor fez o anjo mencionar especificamente o nome de Pedro para mostrar que Ele não tinha lhe abandonado. Jovem, você sabia que uma vez que o Senhor te salvou, Ele o salvará até o fim? Isso porque Ele te ama!

Ainda que você esteja desencorajado, o Senhor jamais estará. Apesar de você pecar e se sentir desconcertado, não há qualquer razão para não voltar a Ele.

Três dias após a morte do Senhor, Pedro estava calado porque tropeçara, mas o Senhor não esqueceu dele. Assim, se você não tiver forças para ir diante do Senhor, tenha apenas o desejo de crer em Suas palavras. Ele mesmo lhe conduzirá a voltar / lhe trará de volta. Se você tropeçou, Ele pode levantá-lo.

Apenas considere: Por amá-lo, Ele voluntariamente foi à cruz; agora Ele deixaria de amá-lo apenas porque você falhou, tropeçou ou caiu? Teria o Seu amor diminuído? Pode ser fácil para você não o amar e não se aproximar Dele, mas é impossível para Cristo não amá-lo, esquecê-lo ou abandoná-lo.

Era de Pedro, que tropeçou, que o Senhor mais se lembrou. Ainda que pareça haver grande distância e sintamos que não temos forças, devemos nos lembrar da palavra: “E a Pedro“. Saiba que o Senhor não o abandonou. “E a Pedro” também significa “e a você“.

Não tenha medo. Ele te ama incondicionalmente. O Senhor o(a) espera ansiosamente de volta!

Texto inspirado no Capítulo 3 do ¹Livro Os Doze cestos cheios, de Watchman Nee.

Deixe seu comentário