Quando ouvimos sobre Jesus e O aceitamos fomos apresentados a Ele, porém isso não é suficiente. Oséias 6:3a diz: “Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor”. Esse texto bíblico nos mostra que devemos prosseguir, ou seja, devemos todos os dias aprender um pouco mais sobre Jesus. Quando falamos em conhecer a Jesus devemos ressaltar alguns personagens da Bíblia, como Jó, Paulo e João.

A Bíblia diz que era um homem íntegro e reto, temente a Deus e que fugia do mal. Porém foi necessário que passasse por várias provações até que, no último capítulo do livro de Jó, ele disse: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem” (Jó 42:5). Mesmo sendo temente a Deus, Jó não O conhecia, ele era apenas simpatizante de Deus. Em nossa realidade somos apenas simpatizantes de Jesus? Vamos às reuniões porque gostamos de ouvir sobre Ele? Por que é o Deus dos nossos Pais? Será que o conhecemos somente através das experiências de terceiros?

Na experiência do apóstolo Paulo, vemos que, outrora ele era Saulo, alguém que perseguia os que invocavam o nome de Jesus. Mas um dia ele viu grande luz (Atos 9:3-5) e o que viu mudou toda sua vida. Como Paulo, ele foi um apóstolo muito usado por Jesus, aperfeiçoou outros e escreveu cartas às igrejas. Mesmo não tendo convivido com Jesus, foi alguém que O conheceu e viveu pelo evangelho.

João, o discípulo amado, foi uma pessoa que conviveu com Jesus, que reclinou em Seu peito, alguém a quem Jesus confiava Seus segredos. Quando Jesus foi crucificado, ele estava lá. Quão bonito era o relacionamento de João com Ele.

Prosseguir em conhecer a Jesus é buscar ter um relacionamento com Deus. Muitas vezes achamos que nosso chamado é sobre coisas como servir na música, servir às crianças, evangelizar, ou profetizar. Mas Deus criou Adão e o colocou no Jardim do Éden para ter um relacionamento com ele. Deus nos criou, nos escolheu e nos chamou porque Ele quer se relacionar conosco. Esse é nosso chamado principal, acima da vocação para serviços na igreja.

Podemos achar que ler um devocional, como o Alimento Diário, e ler a Bíblia é o suficiente para ter um relacionamento com Jesus. Sim, é importante! Porém, para conhecer a Jesus com intensidade e ter intimidade com Ele é necessário que entremos no secreto, como diz Mateus 6:6: “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará”. Esse é o relacionamento que o Pai quer ter conosco. Precisamos entrar no secreto, que pode ser o nosso quarto, ou qualquer outro lugar. O importante é que consigamos calar todas as outras vozes para ouvir somente a voz do Senhor.

Na época que Jesus estava na terra, muitos o seguiam porque Ele curava e fazia milagres, porém os discípulos O seguiam porque amavam a presença Dele, ainda que seu amor tivesse limitações. Em nossa experiência o Espírito Santo é uma pessoa, Ele é muito mais que o arrepio que sentimos em uma conferência cristã. Não devemos buscá-lo com o interesse de sentir alegrias momentâneas com a presença Dele. Porém, Ele quer ser buscado a todo o instante, no nosso dia-a-dia, em cada decisão, para ser nossa fonte de alegria duradoura. Logo, devemos conversar com Ele, como nosso melhor amigo, sempre que pudermos.

Mateus 7:22-23 diz: “Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade”. Precisamos conhecer Jesus e ser achados Nele (Filipenses 3:8,9). O Senhor procura verdadeiros adoradores que O adorem em espírito e em verdade (João 4:23) e nos chama hoje para um relacionamento íntimo e sincero com Ele.

Gaste tempo na presença Dele, tente ouvir a doce voz do Espírito Santo. Que não sejamos aqueles que precisam de eventos, conferências, reuniões, para sentir Sua presença apenas nessas ocasiões. Creia, é possível ter a presença do Pai a todo instante. Mesmo que lhe falte palavras, a Bíblia nos diz que devemos orar sem cessar (1 Tessalonicenses 5:17). Pode parecer impossível, mas não é. Experimente invocar o nome do Senhor a todo instante (Romanos 10:13): “Ó, Senhor Jesus! Ó, Senhor Jesus! ÓSenhor Jesus”! Mesmo que achemos que não temos palavras para orar, quando invocarmos elas surgirão, pois é o Espírito que intercede por nós. E assim, a presença de Deus se tornará constante em nossas vidas. Isso é o que desejo para você, jovem! Busque o Senhor, bata à porta e creia: Deus está disposto a se fazer conhecido e a desenvolver intimidade com você!

Colaboração enviada por Ruama Andrade.

Deixe seu comentário