Quais são seus pensamentos com relação à Eva? Você acha que seu único papel na Bíblia foi trazer o pecado para a humanidade? Acha que ela foi um pensamento tardio do Criador após ter criado todas as coisas? Acredite ou não, mas pensamentos parecidos já passaram pela minha cabeça. Todavia, após uma leitura mais cuidadosa e iluminada, pude perceber que os olhos de Deus estavam cheios de amor ao criar a primeira mulher: Eva. Espero que este texto também te faça ver Eva com os olhos de Deus.

Tudo começou com o falar de Deus (Gn 1:3,6,14). Enquanto Ele falava, tudo tomava forma conforme a Sua vontade. Depois de criar tudo que existe no céu, na terra e nas águas, Deus viu que isso era bom. Porém, no sexto dia, Ele decidiu inovar, fazer algo especial. A partir de então, Adão entra em cena.

Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.” – Gênesis 1:26

“Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente.” – Gênesis 2:7

Após criar o homem e dar-lhe a liberdade de comer do fruto de todas as árvores, exceto da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal, Deus viu que o homem estava sozinho, sem uma companhia adequada, e não achou isso bom (Gn 2:18). Deus sabia que não era bom para o homem estar só, mas esperou que Adão chegasse à mesma conclusão. Depois que Deus formou todos os animais do campo e as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para ver como este lhes chamaria. Contudo, não havia, para o homem, uma auxiliadora que lhe fosse idônea, que lhe correspondesse (Gn 2:19-20). Adão deve ter pensado “e quanto a mim?”. Foi então que “o SENHOR Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne. E da costela que o SENHOR Deus tomou ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe.” – Gênesis 2:21-22.

Bruce Marchiano, em seu livro “Jesus, o homem que amava as mulheres”, descreve a linda formação da mulher: “Ele [Deus] molda a estrutura dela e dá uma leve tonalidade à sua pele. Modela sua mente e determina sua forma. Esculpe o contorno do rosto, o desenho amendoado dos olhos e o comprimento gracioso dos braços e das pernas. Muito antes de ela dizer uma palavra, ele firma-lhe a voz no coração para que seu timbre seja harmonioso. Célula e mais célula, carinho e mais carinho; com cuidado extremo, na criação ele a ama totalmente.”

Ao despertar do profundo sono que Deus aplicou ao homem, Adão profere suas primeiras palavras registradas na Bíblia: “Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada” – Gênesis 2:23. Vemos nesse cenário uma reprodução das palavras de Jesus: “O vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais”(Mt 6:8). Isso mesmo, Deus conhece todas nossas necessidade e, antes mesmo de supri-las, espera que as entendamos. O mesmo ocorreu com Adão. Se Deus criasse Adão e Eva juntos, Adão jamais saberia quanto necessitava dela.

Eva foi o toque final da obra-prima de Deus. A mulher foi criada para completar o retrato de alguém feito à imagem e semelhança de Deus. O homem não poderia fazer isso sozinho; a mulher também não. Ambos foram necessários para dar forma ao quadro que Deus sempre teve em mente.

Quem é essa mulher e por que foi criada?

A Bíblia diz que Eva foi criada para ser a auxiliadora de Adão. A palavra hebraica usada para designar a mulher como auxiliadora  é ezer, derivada do termo hebraico usado para definir Deus e o Espírito Santo, azar. Ambas tem o significado de ajudar ou auxiliar. Vemos que ezer aparece 21 vezes no Antigo Testamento. Sendo duas vezes usada para falar da mulher (Gn 2:18,20) e 16 vezes para Deus como auxiliador de seu povo (Êx 18:4; Dt 33:7,26,29; Sl 20:2; 33:20; 70:5; 89:19; 115:9-11; 121:1-2; 124:8; 146:5; Os 13:9) As outras ocorrências estão nos livros dos profetas, que as usam para referir-se à ajuda militar (Is 30:5; Ez 12:14; Dn 11:34).

Veja que há muitas referências em que Deus se torna nosso auxiliador; está aí uma evidência de que uma ezer não é de maneira alguma inferior àquele que recebe a ajuda. Eva foi criada para ser a ezer de Adão. Assim, homem e mulher, marido e esposa foram criados para juntos ajudarem um ao outro no que der e vier; e Deus está ao lado deles como ezer divino.

“E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra a sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todo animal que rasteja pela terra” Gênesis 1:28.

Deus não criou Adão e Eva com propósitos diferentes, ambos tinham um só chamado. Juntos eles deveriam encher, subjugar e dominar a terra. Mesmo com funções e responsabilidades diferentes impostas pelo corpo, homem e mulher têm o papel de trabalharem lado a lado para serem os portadores da imagem de Deus no mundo. Adão não disse a Eva: “você vai tomar conta das aves e eu, dos peixes”. Eles estavam desempenhando esse trabalho juntos!

E quanto à mulher solteira? Ela também é uma ezer? Claro. Seja qual for seu estado civil, você foi criada para ser auxiliadora, buscando e lutando em prol do reino de Deus.

A queda

O capítulo 3 de Gênesis narra a queda de Adão e Eva. A serpente, Satanás (Ap 12:9), visitou Eva e lhe seduziu, levando tanto ela quanto Adão a comerem do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Uma das promessas de Satanás à Eva foi que, se comessem do fruto, seriam como Deus e conheceriam o bem e o mal, porém eles já eram a imagem e semelhança de Deus (Gn 1:27). Ainda assim, ambos caíram e pecaram.

Alguns dizem que Adão pecou por ter dado ouvidos à mulher, mas ele não pecou porque deu ouvidos a ela como mulher, mas porque ouviu o que ela disse e comeu do fruto. Deus usou e usa a boca de mulheres para falar Sua vontade (Gn 21:12; 2Cr 34:22-28; At 18:26). O erro de Eva não foi ela ser uma mulher, mas o fato de ter oferecido algo que não era da vontade de Deus. O Senhor só pode ser um conosco se estivermos unidas a Ele (1Co 6:17).

Após caírem, Adão e Eva tentaram se esconder de Deus (Gn 3:8). “Onde estás?”, Deus chamou o homem (vs.9). Essa é a pergunta que Deus faz constantemente ao homem hoje, pois Ele anseia por nossa presença e por restaurar o relacionamento com os portadores de Sua imagem. Vemos que, embora a árvore no jardim tenha trazido morte e maldição, o madeiro do Calvário trouxe vida e bênção. Jesus veio para libertar os cativos, para destruir as obras do diabo (1Jo 3:8).

Vimos então, a importância de Eva no plano de Deus, por carregar a responsabilidade de ajudar o homem a fazer a vontade de Deus. Embora tenha errado, Eva e sua família reconheceram que eram fracos, frágeis e mortais; daí se começou a invocar o nome do SENHOR (Gn 4:26). Deus espera de nós um coração e uma postura de alguém que lutará pelo reino; alguém com quem Ele possa contar! Mesmo que você erre, não desista; o Deus que pinta um novo céu todos os dias, pode nos dar um novo começo sempre (2 Co 5:17; Is 43:18-19).

Oro para que Deus te mostre a vontade Dele! Espero que esse texto tenha te edificado e mostrado que Deus não tem preferências, mas ama e comissiona a todos Seus filhos.

Você, jovem amiga, é especial e útil para Cristo e a Igreja!

Baseado no livro “Jesus e as mulheres”, de Sharon Jaynes.

Deixe seu comentário