Muitos falam que todo ser humano é filho de Deus, porém o próprio Deus diz que Seus filhos são aqueles que creem em Cristo (João 1:12). Grandes profetas do passado investigaram e examinaram sobre essa bênção: a fé. Anjos anelam e sondam essa bênção que nos foi reservada por Deus (1 Pe 1:10-12): a benção de crer e receber, que regenera o homem e o torna filho do Altíssimo. Como diz o versículo: “Todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus; porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes” (Gl 3:26-27).

A FÉ EM CRISTO NOS LEVA A DESCANSAR

Fé é a maior benção que um ser humano pode ter. Por meio da fé recebemos Cristo, recebemos a obra de Cristo e descansamos nela. Descansamos da lei! Da lei que nos condenava, acusava e não nos dava esperança de sermos justificados, santificados e reconciliados com Deus. Nosso destino era como de um tição queimado, não havia conserto para o velho homem. Mas, pela fé, nosso destino foi mudado!

A beleza da fé é que ela está em Cristo Jesus, como diz o versículo: “Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por intermédio de Cristo” (2 Co 5:18). A fé em Cristo é o descanso das obras, preocupação, ansiedade, acusação e depressão. Fé em Cristo é saber que tudo já foi consumado, é o fim dos esforços humanos: é o descanso total em Deus!

A FÉ EM CRISTO É A SIMPLIFICAÇÃO DE TUDO

Fé em Cristo é a simplificação de TUDO o que complicamos em nossa mente, de tudo o que é complexo (que nos deixa mais perdidos e confusos). Fé em Cristo é o descanso e confiança sem sombra de dúvidas ou temor. Para sermos eternamente salvos, não há necessidade de oferecermos nada a Deus, basta termos fé. Deus só pede isso ao homem, basta-nos fé em Cristo e nossa alma será aliviada, pois, por meio da salvação, Deus se une ao homem e passa a nos ajudar a carregar todo fardo.

Fé é descansar no descanso! É descansar na justiça de Deus, que antes de tudo, é justiça justificadora. A falta de brilho nos cristãos ocorre quando perdem essa fé que tinham e passam a achar que agora devem oferecer algo a Deus, que devem trabalhar para Ele.

VOCÊ NÃO QUER PERDER SEU BRILHO, QUER?

Muitos perdem seu brilho porque acham que devem se esforçar para serem santos e justos. Se esforçam para serem aceitos por Deus, então, Ele diz: “Ó Insensato! Quem te fascinou, ante cujos olhos foi Jesus Cristo exposto como crucificado? Quero apenas saber isto: recebeste o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?” (Gl 3:1-2). Ou seja, para Deus importa que você creia e que utilize O Espírito em seu espírito!
A tendência natural da alma humana é oferecer os mesmos sacrifícios de produção própria de Caim. É difícil não oferecer nada a Deus, é muito difícil apenas confiar que o sangue de outro cobriu você. É loucura para os gregos e intelectuais, é escândalo para o judeus e todos os vãos religiosos. Por meus próprios esforços o máximo que posso dar à Deus é oferta de Caim. Assim tem vivido o sistema religioso: tentando dar algo a Deus.

A RAZÃO DA LEI: CONDUZIR PECADORES A CRISTO

Em Gálatas 3:23-29 Paulo explica a razão da lei: não era salvar os pecadores, mas guardá-los sob tutela e conduzi-los a Cristo, para que fossem justificados pela fé. Uma vez que a fé veio, o aio já não se faz necessário, basta crer e obter a salvação. Esse é o novo nascimento, pelo qual nos tornamos filhos de Deus.

CRISTO: A SOLUÇÃO

É verdade que as exigências morais de Deus não sofreram mudanças. Embora a lei de Moisés, com suas cerimônias e ordenanças tenha sido abolida (2 Co 3:6-9; Cl 2:16,17), ainda temos a responsabilidade de fazer boas obras, inclusive, fomos criados para elas (Ef 2:10). Contudo não somos nós que as realizamos, mas o próprio Cristo vivendo por meio de nós. Quando deixamos de nos esforçar e damos espaço para Ele, confiando em Sua força e não na nossa, por meio da fé, Ele cumpre em nós a vontade de Deus.

Creia, o fim para os seus mais graves problemas está em Cristo! O fim da ansiedade é CRISTO, o fim das acusações é CRISTO, o fim dos pecados é CRISTO, o fim das lutas é CRISTO. Nele mergulhamos e estamos imersos, fomos batizados em Cristo e de Cristo nos revestimos. Ele mesmo disse: “Está consumado!” (Jo 19:30).

Por isso, podemos cessar toda obra, esforço pessoal em vão e descansar no descanso consumado. É nossa fé que garante a salvação eterna e não nossas obras próprias. Exercite seu dom de crer e aprenda a ir até Deus a fim de tomá-lo como fôlego de vida espiritual usando a sua FÉ!

Inspirado no devocional “Alimento Diário  –  A Ideia Central das Epístolas de Paulo – PASTOREAR O REBANHO DE DEUS (volume 2)

Deixe seu comentário