Quem já ouviu falar sobre a rainha de Sabá? Eu, particularmente, ouvi três ou quatro pregações que a citavam rapidamente. Em minha leitura bíblica ela passou despercebida nas primeiras vezes, até que, certo dia, algumas palavras saltaram do papel: “… ficou como fora de si” (1 Rs 10:5).

Pouco se sabe sobre essa personagem. A Bíblia não traz uma biografia, tampouco sabemos seu nome. Porém, que profunda experiência nos trazem esses poucos versículos registrados em 1 Reis 10 e 2 Crônicas 9!

Uma rainha que deixou seu reino nas mãos de outros e empreendeu uma jornada de milhares de quilômetros, um caminho de cerca de 80 dias 1, sobre um camelo, com todas as dificuldades de uma viagem naquele tempo (séc. V ou VI a.C.), apenas para provar, com seus próprios olhos e ouvidos, a respeito da sabedoria que ouvira sobre o rei Salomão (1 Rs 10:6-7).

Chegando a Israel, expôs ao rei todo o seu coração, além de todos os presentes – abundância de especiarias como nunca mais se viu (v. 10) – que levara. Com isso, ele deu à rainha tudo o que ela pediu (v. 13). Aqui vemos que, à medida que ela lhe dava, também recebia. À medida que nos damos ao nosso Amado, Ele Se dá a nós.

Ela, ouvindo a fama de Salomão, quis ir até ele e ver com seus próprios olhos e, então, ficou como fora de si – maravilhada, de boca aberta, admirada, impressionada, espantada – já que aquilo foi muito além do que ouvira. Jamais poderemos saber do Senhor ou Dele falar com propriedade sem O vermos e continuarmos a vê-Lo cada vez mais. Que não sejamos os que “terceirizam” o conhecimento de nosso Senhor, apenas O conhecendo de ouvir falar (cf. Jó 42:5) mas que, como a rainha foi e viu com seus próprios olhos, assim o façamos.

Jesus a cita em Mateus 12:42:

“A rainha do Sul (…) veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão”.

Se Salomão fez essa rainha ficar fora de si, quanto mais Aquele que é maior que ele fará conosco, caso O busquemos de todo o coração! Se a glória de Salomão foi suficiente para essa rainha despender tanto esforço, o que o próprio Rei da Glória deve fazer conosco?

Nada  nos impedirá de estar com Aquele a quem nos devotamos!

Caro leitor, se você ainda não se maravilhou diante da glória do Senhor, não queira contemplá-Lo pelos olhos de outros. Vá agora mesmo e veja, com seus próprios olhos, o seu Senhor! Não se contente até que, como a rainha de Sabá, você fique fora de si!

Colaboração enviada por Rebecca Lopes.

[1] Fonte

Deixe seu comentário