Corrupção na política, corrupção no futebol, revoluções e pizzas… Que sentimento isso desperta em você? Como cristãos, espera-se algo diferente de nós?

A Bíblia nos diz em Romanos 12:2: “e não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

Diante desse versículo, muitos podem pensar estar aí a base bíblica para fazerem manifestações e todo tipo de agitação. Romanos 13 nos diz para sermos submissos as autoridades (v.1), seja ela boa ou ruim, ela está lá pela vontade de Deus. Sabemos que a manifestação mais poderosa é aquela que se faz de joelhos, longe dos holofotes (Mt 6:5-6).

Antes de entrarmos no versículo de Romanos vamos refletir a ideia em questão: INCONFORMADOS.

Essa palavra deriva de “formar” que significa: criar, dar forma, dar certa configuração a, ‘tomar o aspecto’, ‘a forma de’. E possui dois prefixos:

Conconformar: configurar. Por de acordo com. Acomodar-se, resignar-se, submeter-se.

Ininconformar:  que não se conforma diante das adversidades; que não se resigna ou se submete facilmente.

Sabendo disso, vamos ao versículo: “e não vos conformeis com este século […]”. A expressão ‘este século’ aqui quer dizer esse mundo atual em que vivemos, o qual quer nos conformar.

De que maneira este mundo quer nos conformar? Diria que é mais ou menos assim: na infância a maior parte de nosso caráter é formado no ambiente em que vivemos e crescemos. Os principais colaboradores para esta formação são os pais. Eles também recebem ajuda dos líderes, pastores e mestres (Ef 4:11-12), tutores e curadores (Gl 4:1-2) que nos auxiliam no que precisamos. Juntos, eles nos ensinam o que podemos ou não fazer, o que é certo e o que é errado.

Ao atingir determinada idade, alguns começam a pensar que os pais já não sabem de nada e que os irmãos não estão “nem aí”. Nesse momento, o  mundo começa a entrar sorrateiramente em nossa vida. Conformando-nos a ele. Na maioria esmagadora das vezes, o que o mundo diz é totalmente o contrário do que nossos pais e líderes espirituais nos ensinaram e querem para nossa vida. Eles dizem  que roubar é errado, o mundo diz que uma “balinha” não faz  mal. Dizem que determinadas festas não eram aconselháveis, o mundo diz que devemos curtir a vida enquanto somos jovens! Se falavam que ficar é errado, o mundo fala que beijar é muito bom, não há nada demais, que esperar é envelhecer.

Seus pais e líderes cristãos muitas vezes podem ter falado que o sexo só será abençoado depois do casamento, já o mundo diz “carpe diem”, aproveitar o momento,  fazer teste drive. Nós não somos do mundo. Fomos separados por Deus para ser úteis a Ele. Para isso, precisamos ser inconformados com esta era, jamais permitir que essas coisas que desagradam o Senhor entrem no ambiente em que estamos, que entrem em nós.

Jamais podemos nos conformar com o pecado que tenta incessantemente nos afastar de Deus (Gn 4:7). Não podemos nos conformar com “panelinhas” em nosso meio, com divisões, rebeliões. Tudo isso quer nos afastar do propósito maior para o qual o Senhor nos chamou: crescermos na vida Deus para governar com Ele no mundo que há de vir (Hb 2:5-8).

Então, vamos  ser inconformados, mas com aquilo que vale a pena sermos!  Sejamos inconformados com o pecado,  rebeldia,  desobediência e a atual situação do mundo.  Enfim, inconformados com o diabo, que tenta sorrateiramente nos enganar e destruir para que não  sejamos úteis nas mãos de Deus.

Dar ouvidos  para o mundo  é o início da nossa ruína. Pois quando atentamos ao que o mundo diz estamos dando ouvidos ao próprio inimigo de Deus (2 Co 4:4).

Jovens, não ouçamos ao mundo, porque o mundo inteiro jaz no maligno (1 Jo5:19). Se dermos ouvido às palavras dos irmãos, seremos bem aventurados (Ap 1:3).

Então é isso pessoal! Espero que vocês tenham gostado e até a próxima.

Ah! E não esquece deixar seu comentário para aperfeiçoarmos nosso serviço, compartilhar e indicar aos seus amigos para que  mais pessoas possam ser ajudados por meio desse texto.

O Senhor abençoe a todos!

Deixe seu comentário