Nos textos anteriores, vimos um pouco sobre o contexto da Reforma Protestante, seus princípios e, em especial, uma das maiores conquistas deste movimento: a abertura da Bíblia à pessoas comuns. Agora veremos a história do primeiro a traduzir completamente o Novo Testamento para o inglês, John Wycliffe, a “Estrela da Manhã da Reforma”.

JohnWycliffe nasceu em Yorkshire, Inglaterra. Não se sabe ao certo o ano de seu nascimento, mas estima-se que entre 1323 e 1328. Estudou filosofia e teologia na Universidade de Oxford. Lá obteve mestrado, doutorado e foi considerado pela academia um professor renomado.


Ele criticou a Igreja Católica Romana por sua corrupção e abusos, bem como fez críticas à venda de indulgências (venda de títulos de perdão pelos pecados). Condenou fortemente o papa, por causa de sua obsessão por poder e dinheiro; e chamou frades de adúlteros da Palavra de Deus.

Além de lutar contra a corrupção na Igreja, Wycliffe propagou a verdade de que entre as pessoas e Deus não era preciso haver intermediários, defendeu que Igreja e Estado deveriam atuar em separado, que a Palavra – única base para ensino cristão – deveria ser pregada aos membros da igreja e traduzida para o idioma da população local.

Por consequência de suas ideias, foi proibido de pregar, pelo arcebispo de Londres, e afastado da Universidade de Oxford por seus colegas e líderes clérigos. Já maduro, retirou-se para Lutterworth e começou a tradução manuscrita da Bíblia, a partir do latim, para inglês.

Nessa cidade, contou com ajuda de um grupo de colaboradores – os lolardos – assim denominados pelos inimigos – homens simples que se dedicaram a pregação do evangelho pelo interior da Inglaterra. Eles eram conhecidos por seus mantos vermelhos e por saírem para pregar e ensinar que  Jesus é o único mediador entre os homens e Deus, não os “santos”. No final do século foram perseguidos, e tiveram que atuar às escondidas.

Em 1383, Wycliffe terminou a tradução manuscrita do Novo Testamento, a primeira para o inglês. Mais tarde, no século XVI, após o surgimento da imprensa, Tyndale traduziria a partir das línguas originais – grego, hebraico e aramaico – e faria cópias impressas.

John Wycliffe escreveu também muitos livros. Seus escritos foram levados para a Boêmia e Tchecoslováquia, onde, alguns anos à frente, influenciaram John Huss, cujo  legado influenciou Martinho Lutero no século XVI.

Apesar de ter nascido duzentos anos antes da reforma protestante, é considerado a “Estrela da Manhã da Reforma”, pois foi o primeiro a brilhar com ideias contrárias às práticas da Igreja Católica, restaurar verdades bíblicas e afirmar que a igreja precisava ser reformada, sendo, portanto, precursor da reforma protestante.

Em 1384, um ano após a tradução das Escrituras sagradas ter sido concluída, Wyclliffe dormiu no Senhor, acometido por um derrame. 21 anos depois, foi desenterrado, seus ossos foram queimados e jogados no rio Swift em  Lutterworth. Fato que ocorreu na mesma ocasião em que John Huss foi morto numa fogueira.

John Wycliffe amava muito a Palavra de Deus e, por saber que era a Verdade, quis que todo o povo também pudesse lê-la, a fim de que recebessem os ensinos ali contidos. Esta foi sua maior missão: levar a Verdade do evangelho para o povo. Ele foi um servo fiel e corajoso, que não se conformou ao sistema corrupto vigente.

Hoje, podemos perceber um grande esforço maligno para anular a Verdade bíblica e instaurar um sistema falacioso. Infelizmente muitas pessoas não conhecem as Escrituras e são facilmente enganadas e levadas por ventos de doutrinas. Outras até conhecem, mas têm medo de posicionarem-se como cristãs e preferem aceitar o curso do mundo.

Você conhece a Palavra de Deus, vive por Ela e não tem medo de defendê-la? Ou prefere ficar quieto e aceitar os ensinos pregados pelo sistema deste século? Hoje você tem acesso às Escrituras. Valorize! Lembre-se de Wycliffe e posicione-se pela Verdade. Também lembre-se dos lolardos e pregue o evangelho para que outras pessoas tenham os olhos abertos e sejam salvas.

Série Reformadores

Visão Geral da Reforma

Cinco Solas

A Bíblia e a Reforma

John Wycliffe

John Huss