O conceito de proatividade está sendo muito usado hoje no mundo empresarial, tanto na administração quanto na gestão financeira, na gestão de recursos humanos das diferentes empresas e faz toda a diferença. Nesta série de artigos, baseada numa mensagem ministrada pelo irmão Ezra Ma, vamos falar sobre o que é proatividade e como como ela pode ser aplicada a todas as áreas da sua vida, inclusive a espiritual. Convidamos você a nos acompanhar nesta série e descobrir como este conceito administrativo pode mudar a sua vida!

 Um jovem proativo

Existem várias coisas que mudam a nossa vida. A Primeira delas, espiritualmente falando, é receber Jesus Cristo como nosso Salvador – muda a nossa vida pra sempre!

Depois, no seu desempenho, no seu dia a dia, tanto na sua vida acadêmica na faculdade ou no colégio, ou na sua vida profissional, ou na sua vida espiritual, a proatividade muda a sua vida. Quando você aplicar esse conceito da proatividade, o seu serviço, o seu desempenho, mudará totalmente! Realmente é revolucionário.

Uma curta definição de proatividade

Vamos chamar, para nossa referência, o momento que algo acontece (seja positivo ou negativo), de “momento zero”. A grande maioria das pessoas só reage quando o “momento zero” já passou ou já chegou. Quando chega, então começa a reagir! Isso é o contrário de proatividade. E, afinal, o que é proatividade? Proatividade é você tomar uma atitude antes do “momento zero”. Se for uma coisa ruim, é você tomar uma atitude antes, para que o “momento zero” nunca aconteça; se for uma coisa boa, é você tomar uma atitude, para que quando o “momento zero” acontecer, você se beneficie.

Com base na Palavra

Em Mateus 3:2, Jesus falou: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus“. A palavra “arrepender-se” na Bíblia é “metanoia“, (que é uma palavra grega) e significa: “meta” – mudar; e “noia” (vem da palavra “nous“) – mente. Então, “metanoia” significa “mudar a mente“, “mudar a maneira de pensar“, “mudar o seu parecer“, “mudar a sua maneira de ver as coisas“. Quando a Bíblia diz: “Arrependei-vos“, é uma mudança, uma maneira de pensar. Não é só chorar, não é só lamentar o que passou, é você mudar sua maneira de pensar. É algo interior! O arrependimento aqui tem um propósito. A Bíblia fala: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.”, então Jesus, quando pregou isso, falou para o povo de Israel naquela época que eles tinham que mudar sua maneira de pensar, de considerar as coisas, porque o reino dos céus estava próximo. E o reino dos céus era o próprio Jesus Cristo. Mas esse é o nosso grande problema – nós nos acomodamos, pensando que só mudar a maneira de pensar já é o suficiente. Mas na verdade, é o começo.

Quero revolucionar minha vida! O que devo fazer?

Para você revolucionar sua vida, seja acadêmica, profissional e, sobretudo, espiritual, como jovem cristão, jovem que têm a vida de Deus, deve pensar: “O que eu posso fazer para mudar a minha vida, melhorá-la?”. Muitas pessoas se acomodam em só saber: “Pronto. Então, mudar a maneira de pensar! Ok. Mudar de parecer, mudar de mente. Eu aceito isso!” Mas na sua realidade, na sua atitude, não houve nenhuma mudança! Um grande exemplo é a questão da alimentação e a questão do exercício físico. A grande maioria de vocês é jovem, então seu metabolismo é elevado, as suas calorias são queimadas. Mas à medida que você envelhece, o seu metabolismo baixa e as calorias começam a acumular. Daí vem a barriguinha, a gordurinha…Todo mundo sabe que tem que se exercitar, mas quantos praticam o exercício?

Nas casas das pessoas existe uma peça de mobília fantástica: a esteira! – excelente secadora de roupas! Tem uma esteira lá na sala – pendure roupa nela. Algumas pessoas colocam um vaso em cima da esteira, é uma peça de decoração. As pessoas não fazem o exercício apesar de saberem que tem que fazer. A mesma coisa é com a alimentação; as pessoas sabem que não devem comer muito carboidrato, ou muita carne vermelha, ou muita gordura e assim por diante. Isso entope as veias. Os jovens tem a veia ainda bastante livre, mas, com o tempo, as veias começam a entupir. Existem pessoas que passam por uma experiência muito dramática de ter infarto. Depois do infarto, elas mudam a sua maneira, mudam a sua atitude. Mudam a sua maneira de comer e também, com relação ao exercício, mudam!

A maioria das pessoas toma uma atitude, reage, só depois que algo já aconteceu. Isso se chama reatividade.

Reatividade é você reagir a algo que já passou. Assim como foi falado no começo, as pessoas só reagem quando o “momento zero” já passou ou já chegou. Quando chega, aí começam a reagir! A proatividade é você tomar uma atitude antes do “momento zero”. Por exemplo, o que é ser proativo na questão da saúde? É você cuidar da sua dieta todos os dias e se exercitar. Só cuidar da dieta não é suficiente. Os cardiologistas nos falam claramente: “Você precisa fazer exercício”. Quem gosta de acordar cedo para fazer exercício? Quem gosta de suar na academia? Tem que suar, tem que sentir um pouco de dor, tem que sair da zona de conforto. Mas é um investimento.

Um exemplo de pessoa proativa que conhecemos, que está sempre dando conferências, que nos ministra a Palavra de Deus, é o irmão Dong Yu Lan, que é o autor de muitos livros que nós temos no Bookafé e na Igreja. Ele tem noventa e quatro anos e todo dia está na academia fazendo abdominais, levantando peso; ele é muito proativo!

Algumas atitudes podem nos ajudar a ser proativo em relação à saúde, como preferir escadas a elevador, mesmo que todos prefiram o elevador.

Os jovens hoje tem a barriguinha enxuta, mas, depois que casam, passam dois anos e ficam barrigudinhos. Então é preciso todos os dias fazer exercício, como musculação e pular corda. A maior desculpa para não fazer exercício hoje é: “não tenho tempo”. Aí entra a noção da proatividade! “Não tenho tempo.”, mas tem tempo para mandar texto, tem tempo para ficar na internet; é uma questão de prioridade.

Você sabia que dez minutos de pulação de cordas equivale à meia hora de caminhada (tanto para o sistema cardiovascular como para a queima de calorias)? E vinte minutos de pulação de corda, equivale à uma hora de caminhada. Então a desculpa é: “Ah, está chovendo hoje!”, mas corda se pode pular dentro de casa.  Existe um irmão que leva na sua mochila uma corda! Ele viaja bastante, levando a palavra de Deus para as pessoas. Certa vez, esteve na América Central e, no aeroporto, o pessoal que ia pegar ele demorou mais de uma hora e todo mundo ficou parado, esperando. Então ele tirou sua corda e começou a pular no aeroporto. Esse exemplo nos mostra que temos que aproveitar os momentos!

Não tem tempo?  Na verdade, é tudo uma questão de administração.

ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO

A pior coisa para a saúde é ficar sentado quatro horas direto. A cada duas horas tem que levantar, dar uma caminhada, sair para tomar uma água, um café, alguma coisa assim. Então, o que você pode fazer? Passadas duas horas, levante, faça algum exercício como pular cinco minutinhos de corda. E durante o dia isso acumula e ajuda.

Usando o exemplo do infarto, as pessoas não tem tempo para fazer exercício, mas, quando dá um infarto, de repente, o tempo que não tinha aparece milagrosamente! Aparece uma hora todos os dias a mais, parece que o tempo se expandiu e agora cada dia tem 25 horas.

Se você costuma dizer: “Eu não tenho tempo pra ler a Bíblia!” por que você não lê cinco minutos aqui, daqui duas horas lê mais cinco minutinhos, vai para o banheiro e leva a Bíblia, lá lê mais cinco minutinhos. Chega o final do dia e você leu vários capítulos! É tudo uma questão de administrar o tempo.

Posts da série:

Jovem Proativo – Introdução.

Proatividade – questão de atitude!

Proatividade – Planejamento e iniciativa

Proatividade – O servo que faz mais do que lhe foi ordenado

Artigo adaptado – Reunião especial em Bauru – Ezra Ma (21/11/2014). Áudio disponível para download em: http://www.igrejaembauru.com.br/especiais.html

Deixe seu comentário