Em meio ao mundo em crise, vivenciando uma pandemia, nosso sentimento pode ser “estou vivendo ou apenas sobrevivendo?”, “a vacina chegou! Daqui a pouco estarei livre e poderei, um dia, contar como experienciei esse período”. 

Amado leitor, este é o seu sentimento? Embora, muitas vezes, em nossa vida pareça que nada está acontecendo e que ela está totalmente estacionada, nossa tendência sempre será de encontrar uma forma de sobreviver e ir levando a vida. Isso porque nós vivemos de comportamentos, em todos os momentos reproduzimos ações e estamos constantemente em movimento. Ou seja, mesmo que pensemos que nada tem acontecido, ainda assim,  estamos nos comportando e movimentando-nos! Isso é uma forma de sobreviver.

Amado jovem, o que determina se estamos vivendo ou apenas sobrevivendo são as qualidades de nossos comportamentos e movimentos. Nós fomos criados com um propósito, cabe a nós, mesmo que, cercados por dificuldades, buscarmos descansar no Senhor e viver o que Ele determinou para nós.

Saiba, querido, que não existe nenhum momento em que nada acontece em nossas vidas. Ao nos depararmos com os desafios dela, podemos apenas emitir comportamentos e movimentos para solucioná-los, e até conviver com eles, ou podemos ir além, compreendendo o propósito de nossa criação, de sermos conformados à imagem de Cristo e fazer a vontade Dele (Rm 8:29) tendo convicção de que, por mais que as situações pareçam ser as piores, tudo coopera para o bem (Rm 8:28) e todos os nossos dias foram escritos e determinados, mesmo quando nem um deles havia ainda (Sl 139:6).

Quer você perceba, quer não nunca estamos em uma posição neutra diante do Senhor. Em nosso dia a dia, ou estamos nos tornando mais parecidos com Cristo, ou não estamos nos tornando mais parecidos com Ele.

Se você vive uma vida de propósito, então, todos os dias, ao se comportar,  você pode parecer-se mais com Cristo, andando de acordo com o que tem alcançado.

Mas, se a sua vida é sem propósito, então, todos os dias, ao se comportar, o que você expressa? Se não é a conformação com Cristo, então, é a conformação com o mundo. Trata-se de buscar o Senhor e andar de acordo com o que tem alcançado (Fp 3:16). Só buscar não é suficiente! É necessário andar de acordo, expressar através da prática! Se isso não acontece, buscando ou não, corremos o risco de parecer-se menos com Cristo, obtendo apenas conhecimento. 

Amado jovem, hoje, o quanto você se parece com o Senhor? Você tem vivido ou apenas sobrevivido? Saiba que, nosso amado Senhor Jesus veio para que você tenha vida e a tenha em abundância (Jo 10:10). Não basta apenas sobreviver a qualquer custo, é necessário mais! É preciso parecer-se com Cristo.

Uma vida de propósito e com um propósito

Jovem, você foi criado com um propósito, o de ser um vencedor por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo (1 Co 15:57). Sendo assim, não limite sua esperança em coisas terrenais. Não leve um tipo de vida onde mal consegue se aguentar. Chega de andar em círculos, passando sempre pelo mesmo território, sendo apenas mais um no meio de uma sociedade aflita. Fuja do comodismo, rompa qualquer círculo vicioso de derrotismo, tome uma atitude pela fé e seja muito mais do que apenas um sobrevivente, seja um vencedor! Mude seu estado e busque parecer-se cada dia mais com Cristo (2 Co 3:18).

É preciso conhecer a Cristo

Tornar-se parecido com determinada pessoa depende muito do quanto você a conhece, de qual é o seu nível de intimidade e convivência com ela. Caro leitor, o quanto você conhece de Cristo a ponto de parecer-se com Ele? Qual é seu nível de intimidade e convivência, para saber o que O agrada? O que Cristo é para você?

Em 1 Coríntios 11:1 Paulo diz “Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.” Vemos aqui alguém que conhecia muito bem a Cristo, a ponto de dizer que O imitava. Para além disso, em Filipenses 3:7-8 Paulo declara que tudo o que para ele era lucro, considerava perda por causa de Cristo. Ele deixou tudo de lado, tudo o que antes era importante, Paulo considerou como resto, para poder ganhar Cristo.

Esta é a atitude de alguém que almeja ser íntimo de Cristo. Paulo foi alguém que conheceu o Senhor, desfrutou Dele de várias formas e em vários aspectos. E você, jovem, de quantas formas você já experimentou o Senhor?

Na Bíblia, o Senhor possui centenas de nomes, os quais representam a forma como Ele se relaciona conosco e como deseja que confiemos Nele. Por exemplo, quando o Senhor se apresenta como o “Deus de toda a consolação” (2 Co 1:3-4), Ele almeja que O desfrutemos e O identifiquemos como nosso consolo. 

Já ao se apresentar como o Deus de Paz (Rm 16:20), Ele almeja que conheçamos um outro aspecto Dele: Sua paz que excede todo entendimento, concedida em Sua presença (Fp 4:7). E assim por diante. Novamente, quantos aspectos do caráter de Deus você já experimentou e conheceu?

Jovem, é necessário conhecer a Deus, Seu caráter e todas as formas com que Ele almeja se relacionar conosco. A maneira como identificamos Deus, afetará o modo como vivemos e quanto O conhecemos.

É hora de ir em frente 

Amado leitor, chegou a hora! É tempo de reagir e ir em frente. Tome hoje uma atitude de almejar fazer parte de algo muito maior do que apenas sobreviver. Mude sua condição espiritual e queira o pacote completo de tudo o que Deus tem para você! Não é sobre conseguir coisas de Deus, trata-se de se parecer com Ele, de estar em Deus e permitir que Ele esteja em você. É sobre Ele nos tornar jovens completos Nele.

Tome uma atitude imediatamente! Creia hoje, mude seu estado espiritual hoje, desfrute plenamente de Cristo, hoje! Busque conhecer a Deus, e torná-lo conhecido, seja fiel e entre no gozo do teu Senhor!


Colaboração enviada por Renata Almeida. 

Envie sua colaboração para o Eu vos Escrevi! Para saber como, clique aqui.

Deixe seu comentário