Matias? Você já ouviu falar dele? Muitos não o conhecem ou só o conhecem de ouvir falar, mas sua participação na Bíblia nos traz grandes reflexões e inspirações para nossa caminhada com Cristo.

Após a traição de Judas (Lucas 22:3-6, 47-48) e seu enforcamento (Mateus 27:5), era necessário escolher outro homem para substituí-lo como apóstolo de Jesus, a fim de completar os doze.

Mas por que doze?

O número “doze” aparece na Bíblia em estreita ligação com o povo de Deus. É o número frequentemente utilizado para representar o povo escolhido do Senhor (por exemplo: doze tribos, doze apóstolos).

Diante disso, Pedro em Atos 1:21-22 diz: “É necessário, pois, que dos homens que nos acompanharam todo o tempo que o Senhor andou entre nós, começando no batismo de João, até ao dia em que dentre nós foi levado às alturas, um destes se torne testemunha conosco da sua ressurreição”.

Percebe, jovem? O homem a ser o substituto de Judas não poderia conhecer a Jesus de longe, era preciso ter andado com Ele, ter presenciado o batismo de João, como também ser testemunha da ressurreição do Senhor.

E você, amado leitor? Qual tem sido seu testemunho na igreja? Se algum irmão vier a faltar no serviço, os demais podem contar com você e recomendá-lo? Qual tem sido sua postura como membro do Corpo de Cristo?

“Então propuseram dois: José, chamado Barsabás, cognominado Justo, e Matias.(…) e os lançaram em sortes, vindo a sorte recair sobre Matias, sendo-lhe então, votado lugar com os onze apóstolos.” (Atos 1:23, 26).

Como vimos, não há dúvidas de que Matias era alguém que acompanhava o mover de nosso Senhor Jesus de perto. Mas e você, querido jovem? O quão próximo você está do Senhor? 

Em João 19:31-35 é nos relatado que após os soldados terem aberto o lado do peito de Jesus com uma lança, logo saiu sangue e água. Sangue é algo visível, notório, mas água é incolor, que no contexto não seria percebida facilmente. Mas o que isso tem a ver com a história de Matias? 

João acompanhou de perto a crucificação de Jesus, podendo ver não somente o que os demais presentes estavam vendo, o sangue, mas ver também um detalhe que poucos observaram: a água, que pode ser relacionada à nova vida concedida por Jesus. Seu evangelho é o único que relata isso. Matias, de certo modo, também acompanhava Jesus de perto, podendo desfrutar daquilo que Ele tinha a oferecer aos que estavam junto Dele.

Por vezes temos visto ou desfrutado somente do que a maioria vê ou conhece. Mas Jesus quer algo mais de nós. Ele quer que vejamos “a água que sai Dele”. Ele deseja ter mais intimidade conosco. Ele quer que desfrutemos Dele verdadeiramente, com intensidade. E isso só é possível quando estamos perto.

Matias permaneceu junto a Jesus e aos doze. Seu nome não é mencionado outras vezes na Bíblia, mas por certo era alguém inestimável, que somava com os doze apóstolos ao ponto de ser escolhido em determinada oportunidade. Pense quão forte é a declaração de Pedro ao escolher Matias: “… nos acompanharam todo o tempo…”!

Por isso, querido jovem, esteja sempre pronto e decidido por Cristo. Como? Servindo naquilo que o Senhor deu a você como ministério, se dedicando nos serviços que você foi chamado, acompanhando de perto tudo aquilo que Cristo tem feito em nosso meio, como testemunha fiel Dele. E lembre-se sempre que as obras ou os serviços que você executa não tem um fim neles mesmos, mas sim seu coração, pois o Senhor não vê como o homem vê. Ele vê o seu coração (1 Samuel 16:7).

Diante disso, busque sempre a obediência e simplicidade diante do Senhor, tendo um coração alargado para Ele, que no momento adequado, o Pai que o vê em secreto o recompensará (Mateus 6:6). Não pela sua capacidade, mas pelo seu coração.

Considere a seguinte oração: “Senhor Jesus, o Senhor conhece o meu coração. Meu desejo é Te agradar. Por isso, retira de mim todo sentimento que não vem de Ti. Quero a cada dia, me apresentar como um instrumento útil em Tuas mãos. Por isso, Senhor, assim como Matias, me usa nos momentos certos. Me use para te expressar. Me usa para Te representar nessa terra. Sou pequeno e frágil, sei que por mim mesmo nada consigo. Por isso Senhor, entrego a Ti o meu coração! Cumpre em mim a Tua vontade! Te amo, meu Jesus!

Deixe seu comentário