No texto anterior, vimos que Deus chamou a Abraão para sair da sua terra e também a Moisés para sair do Egito, deixando para trás tudo aquilo que o impediria de ter o Senhor e de cumprir seu chamado. Nos dois casos, eles não temeram obedecer ao chamado do Senhor e foram muito abençoados.

Deus tem um chamado para você e assim como ele usou muitos homens e mulheres no passado, Ele deseja te usar. Mas você está disposto a obedecê-Lo?

Abraão, Daniel, Isaías, Paulo, Madame Guyon, Martinho Lutero, Watchman Nee, T. Austin Sparks, C. S. Lewis, Billy Graham ouviram o chamado de Deus, não se conformaram com o ambiente ao seu redor ou com sua condição, antes o atenderam e foram responsáveis pela edificação de milhares de pessoas em todo o mundo, até os dias de hoje. Quando eu olho para a vida dessas pessoas e o seu testemunho, sinto uma grande admiração e desejo ser usado por Deus como eles foram. Talvez você sinta o mesmo em relação a algum irmão que para você é um modelo.

Saiba que o chamado de Deus ainda ecoa, que o trabalho que Deus delegou para o homem ainda está pendente e nós somos os trabalhadores chamados nesta última hora (Mt 20:1, 9, 16). Entenda que o chamado de Deus é incisivo, de separação e transformação da nossa vida. (Fp 1:6, 2:12; Rm 8:28).

O primeiro ponto do chamado é sair. Sair do ambiente, situação ou da condição negativa que nos encontramos, isso significa sair de tudo aquilo que não coopera com o avanço da obra de Deus. Precisamos romper a nossa amizade com o mundo e o seu sistema, pois ele jaz no maligno e é morada de demônios, espíritos imundos e aves imundas capazes de roubar a palavra que Deus tem falado ao nosso coração (Tg 4:4). Não é fácil sair de onde estamos, não é fácil abrir mão daquilo que estamos acostumados. A insegurança é um sentimento inerente ao ser humano, mas à medida que exercitamos o “órgão ” da fé, ela diminui até ser uma voz pequena e incapaz de nos influenciar. Não espere que Deus desça do céu e explique detalhadamente o plano Dele para você, dando datas precisas e como os eventos desdobrar-se-ão, como você desempenhará o seu papel, porque, normalmente, Ele não faz dessa forma. Ele simplesmente diz: Saia da sua terra e vá para onde te mostrarei (Gn 12:1). Você confia no Senhor? O Senhor já te deu motivos para confiar nele? Vale a pena obedecer ao Senhor? Você quer encarar algo novo?

Com certeza vale a pena confiar no Senhor e provavelmente você já teve experiências em sua vida em que confiou e foi abençoado. Não adianta pensar em como será “lá”. Não adianta tentar adivinhar e fazer deduções: “será melhor, será pior?”. A ansiedade não é capaz de revelar o futuro, ao contrário, ela pode nos levar à incredulidade e à desobediência (Lc 12:25; Fp 4:6-7). Pode ser que o que está prometido só será revelado quando você estiver lá. Nos sentimos amedrontados e receosos diante de tal situação porque tudo que é novo traz esses sentimentos. E essa oferta de Deus, “o Sai”, é o convite concreto para a novidade.

Para receber a novidade é necessário abrir mão da condição anterior (Hb 10: 9b). O vinho novo precisa de um recipiente novo, que o suporte; logo, o recipiente velho precisa ser descartado e não tem mais utilidade (Mt 9:17). O recipiente velho pode representar nossas certezas e segurança na zona atual, nossa alma e suas opiniões fortes, mas elas jamais suportarão o que Deus deseja fazer agora. Por isso precisamos nos despir dessa velha base, estrutura e forma de fazer as coisas (Rm 12:2; Ef 4:22-24).

Você precisa tomar sua decisão e quero encorajá-lo a escolher pelo Senhor. A obedecer ao que você tem ouvido Dele. Não deixe a insegurança e o medo governarem sua vida e suas decisões. Se foi Deus quem te deu a ordem para sair, a paz prevalecerá em seu coração (Cl 3:15).

Precisamos exercitar a nossa fé. Ou cremos na palavra ou não cremos. Não existe meio termo. Não acredite nessa voz ou ideia de que Deus não aparece e não fala com você, que Deus só aparece e fala com os outros. Deus aparece sim para você, mas você precisa enxergá-lo.

Às vezes não o vemos porque estamos “vestidos” de um conceito elevado sobre nós mesmos e achamos que os irmãos ao nosso redor não podem nos ajudar a ver o Senhor, porque eles são pequenos, inferiores, grosseiros em relação aos conceitos da palavra, mas lembre-se que a jumenta de Balaão viu o anjo do Senhor três vezes e o profeta não (Nm 22:23, 31). Precisamos ser simples, humildes e estar dispostos a ver.

Quando Deus se manifesta e o vemos, Ele também fala. Quando Deus apareceu para Moisés na sarça, Ele falou e fez o chamado (Ex 3:1-4). Quando Deus fala, Ele espera um resultado, uma reação positiva (Is 55:11 ).

Ore: peça para ver Deus e não espere uma oportunidade nova, olhe para tudo que está acontecendo ao seu redor e procure a aparição de Deus. Ore de novo e peça para ouvir o que Ele vai falar quando você O  ver. Ore mais uma vez para que Ele o ajude a obedecê-Lo, para vencer o medo e a insegurança, para que Ele te sustente nessa transição de sair da condição atual para uma nova.

Então, depois de sairmos, Ele fará nossa vida útil para o Seu plano. Primeiro Deus diz: “Sai” e depois Ele diz: de “ti farei”. Essa é a ordem das coisas no plano de Deus. (Gn 12:1,2)

Querido leitor, tome sua decisão agora, porque Deus deseja fazer muito mais do que fez antes, mas Ele precisa de jovens dispostos. Eu pergunto novamente, você está disposto?

Se você estiver disposto, ore: “Senhor Jesus, eu estou disposto a ouvir o Teu chamado, me ajuda a te obedecer! Senhor Jesus queima em meu coração como você fez nos corações dos grandes homens de Deus que influenciaram o mundo! Faz de novo, Senhor! Faz de novo, Senhor: o mover, a obra, o derramamento da Tua vida como antes, mas de um jeito ainda maior, ainda mais profundo e eficiente! Senhor Jesus, eu quero ser útil, padrão para os santos, levar as reuniões da igreja a sério, auxiliar na edificação do corpo e na propagação do evangelho do Reino! Ajuda-me a lançar fora os medos, a insegurança e qualquer coisa, atividade, prática que têm atrapalhado o teu trabalhar em minha vida. Que haja em mim um caminho livre para Ti, Senhor! Em nome de Jesus. Amém!”

(Texto inspirado na mensagem de Miguel Ma, ministrada na Conferência de Jovens, Janeiro de 2019)
CONCLUSÃO DA SÉRIE

Quando a série “Muito Mais” começou a ser produzida, nossa intenção era dividir um pouco do que Deus tinha falado conosco durante a conferência para jovens de nossa comunidade. Para nossa surpresa, após esse último texto, podemos dizer que nós mesmos experimentamos e retratamos muito mais. A essência do que escrevemos nesses textos foi retratada na própria produção, Deus nos concedeu a benção e a graça de ir além do que ouvimos.

Esperamos que, assim como nós, você também experimente esse Deus incrível que nos leva a avançar rumo ao novo para nossa vida e serviço. Desejamos, também, que todos os dias você seja inspirado a ir além, afinal, a generosidade divina envolve um mundo de possibilidades que estão a seu favor.

Deus é mais! Ele é superior, eterno, infindável e Sua vida excede o que podemos pensar e imaginar. Diante de tanto, mantenha sempre o coração aberto, desancore do velho e se prepare para viver experiências extraordinárias com Ele! Ele tem MUITO MAIS para você! 

Deixe seu comentário