Nação Eleita – Você é parte?

Em abril do ano passado ouvi uma música marcante. Em um primeiro momento, não consegui entender bem o sentimento que a letra transmitia. Precisei de alguns dias para processar a mensagem forte e marcante.

A música está acima. Daniela Araújo não somente cantou, como também compôs essa bela canção sobre a mensagem da cruz.

A Nação Eleita entende que seu sofrer não se compara ao de Jesus

Que tipo de dor você já experimentou?

Recentemente, durante uma partida de futebol, tive a experiência de sentir uma unha sendo arrancada fora. Confesso: trata-se de uma dor absurda! O calor do sangue escorrendo e a pulsação do machucado tornam tudo pior. Agora, veja só: essa minha dor não se compara a de Jesus.

Deixe-me te contar uma verdade, nenhum sofrimento seu ou meu se compara ao que Jesus sofreu. Sofrer por amor não correspondido; sofrer por sonhos não vividos; sofrer pela morte de um ente querido; sofrer na doença; sofrer pela perda de amigos; nada disso se compara ao sofrimento de Jesus.

Salmos 22:14-15 é aplicado por vários estudiosos da Bíblia para mostrar o maior sofrimento de Jesus, o momento em que estava na cruz. Os versículos dizem que os ossos de Jesus estavam desconjuntados. Isso significa que Ele havia perdido a estrutura e Seus ossos estavam desmantelados, deslocados.

Além disso, o mesmo trecho menciona que o coração de Jesus se derreteu como cera em seu interior. Jovem, você já manipulou uma vela em um dia escuro e por acidente deixou cera líquida cair em seus dedos? A dor da queimadura é intensa! Agora, imagine só essa cera escorrendo em seu interior. Esse foi o sofrimento de Jesus.

A Nação Eleita entende que o sofrimento de Jesus foi para trazer a vida eterna

Graças a Deus, todo o sofrimento de Jesus foi útil. Ele morreu para nos salvar. João 3:16 mostra que Deus amou o mundo de tal maneira que enviou o seu filho unigênito para que todo o que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Além disso, ele como justo, sendo rico em misericórdia e como o possuidor da verdadeira prosperidade, morreu para que nós nos tornássemos ricos (2 Co 8:9).

Essa vida eterna está em nosso interior, uma vez que cremos nessa maravilhosa obra que Jesus realizou na cruz por nós. Ele verteu seu sangue para cobrir nossas transgressões e nos reconciliar com Deus (Hb 9:22, Rm 3:25). E agora, estamos fazendo bom uso de sua morte? Estamos aproveitando sua vida eterna?

Jovem, lembre-se: Jesus veio para que tivéssemos vida e vida em abundância (Jo 10:10). Deus espera que você mergulhe profundamente em seu Espírito e viva uma experiência intensa de amor, direcionamento e propósito.

A Nação Eleita também é a Nação da Cruz

A salvação pelo sangue vertido por Jesus convida a nos tornarmos uma nação da cruz. Convida cada crente a sofrer em prol do amor por Deus e pelo desejo de cumprir Sua vontade.

Logo, para o cristão, a cruz é um sofrimento necessário para seguir a Deus (Mt 16:24) e  que coopera para o nosso bem (Rm 8:28). Esse sofrimento nos faz abrir mão de nossa independência e ego prevalecentes. Ele nos conduz à humildade, à generosidade, à cortesia, à gentileza, ao perdão, à honestidade e à paciência. Você pode viver todas essas qualidades através da cruz que elimina sua vida velha e permite que você se encha de Deus, que é amor (1 Jo 4:8) – traço que representa todas as virtudes mencionadas anteriormente.

Tomar a cruz não é uma questão do nosso próprio esforço. Aliás, muitos se frustram tentando fazer em si mesmos a obra que pertence a Deus. Parafraseando o apóstolo Paulo: querer o bem está em todos nós, mas fazer o bem não está (Rm 7:18). Portanto, não basta nossa energia, é necessário que o Espírito de Deus esteja presente.

Logo, o primeiro passo para tomar a cruz é crer. Ao crer, nós nos unimos a Cristo na sua obra de morte e ressurreição (Rm 6:8-11). Assim, somos crucificados com Cristo (Gl 2:19-20) e tomamos posse da obra da cruz como um fato espiritual.

Ao crer, também recebemos o Espírito de Deus em nosso espírito humano. E assim, o Espírito torna possível negar a si mesmo, tomar a cruz todos os dias e ainda seguir o Senhor (Lc 9:23).

Portanto, quando o Espírito nos direciona, a vida se manifesta e a nação eleita não somente toma a cruz, como também produz frutos. Como grãos, morremos para frutificar (Jo 12:24), ou seja, deixamos o egoísmo de sermos únicos para originar a generosidade da variedade. Nesse caminho da produção de frutos, a nação eleita sai para as ruas.

Tome sua cruz, junte-se a essa nação, faça parte desse grupo de vencedores que irão mudar corações e que serão mudados! Você é parte da nação da cruz!

A Nação Eleita sai para as ruas

Querido jovem, a nação eleita não fica dentro de suas casas com as janelas fechadas, isolados do mundo. A nação eleita sai para as ruas. Por isso, gostaria de encorajar você a participar de grupos de evangelização.

A música que apresentei ao início, me faz recordar a experiência do CEAPE Nas Férias, uma escola de jovens missionários que tenho a oportunidade de participar no início de cada ano. Inclusive, para a edição 2017, o tema é #NaçãoEle17a.

Esse tema remete a 1 Pe 2:9-10, onde aqueles que receberam Jesus e foram lavados por Seu sangue, são apresentados como uma geração eleita, como sacerdotes do rei, cuja função é tornar conhecidas as suas virtudes.

É exatamente isso que fazemos no CEAPE Nas Férias: anunciamos as boas novas do evangelho e as virtudes de Cristo; oramos pelas pessoas e salvamos vidas. A foto abaixo, por exemplo, foi tirada junto com todo o grupo que estava em Ribeirão Preto para fazer isso. Consegue ver nossa felicidade? Já pensou você vivendo algo assim?

ceape ribeirão

A galera e eu durante o CEAPE nas férias no campo em Ribeirão Preto

Encorajo você vivamente a buscar uma experiência parecida. Se tiver a oportunidade, participe na próxima edição. Se não puder, faça o que estiver ao seu alcance para expressar plenamente seu papel de nação eleita e evangelize em sua comunidade. Sua cidade espera que você manifeste plenamente o papel que Deus lhe atribuiu!

Se você já fez ou está fazendo o CEAPE (Centro de Aperfeiçoamento para Propagação do Evangelho) e está lendo esse texto, deixe seu comentário abaixo. Afirme para mim que você é da #NaçãoEle17a. Se puder, conte experiências e me diga como esse texto lhe encorajou.

Grande abraço,

Até o próximo post!  😉

Deixe seu comentário