Será que sou tão importante assim? Essa é uma pergunta que muitos de nós fazemos, quando estamos uma fase em que não nos sentimos muito importantes e na qual as pessoas ao nosso redor não nos ajudam a melhorar. Nos sentimos abatidos, inúteis e sem valor!

Jovem, isto é a pressão do mundo sobre você. O inimigo quer te destruir. Para isso ele gera angustia, afasta você das pessoas que te amam e também da Palavra de Deus. O objetivo dele é isolá-lo para que você se torne uma “presa fácil”.

Será que sou tão importante assim?

Quando nos encontramos frustrados, a primeira coisa que pensamos é: será que sou tão importante assim? Faço tudo errado, nada dá certo! Tudo o que tento fazer não funciona. Então, nos decepcionamos conosco. Esta é a chance que o inimigo tem para nos derrubar e nos fazer acreditar que realmente não fazemos nada certo (João 10:10).

Somos jovens e estamos em uma era de tecnologia , de globalização, onde o tempo é precioso para realizarmos todas as atividades diárias.  E é aí onde encontramos o perigo! O inimigo de Deus aproveita o nosso momento de distração e de correria para lançar dardos em nossa mente (Efésios 6:16).

Você já notou como nossos sentimentos oscilam? Ora estamos felizes, em comunhão com Deus, alegres, sorridentes, ora estamos tristes, pensativos, duvidosos e quietos. Parecemos uma montanha russa, não é mesmo? Cheios de curvas, altos e baixos.

As oscilações são frutos de não estarmos vivendo por fé, e sim, por nossos próprios sentimentos. Em Salmos 32:11 diz: “Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, ó justos; exultai, vós todos que sois retos de coração”. Quando nos alegramos no Senhor, vivemos por fé e passamos a olhar apenas para Ele sem nos basear nas situações que estamos passando, buscando um viver constante na presença Dele (Hebreus 10:38).

Jovem, quer saber como, em Deus, você  é tão importante?

Um exemplo simples!

Recentemente estava ouvindo uma mensagem que falava sobre o corpo de Cristo e percebi o quanto sou importante para Cristo e a igreja, então, quero compartilhar desse mesmo encorajamento com vocês.

O corpo humano tem vários membros, articulações, músculos, ossos… cada parte com sua função e importância. Você já se imaginou sem um de seus dedos? Ou até mesmo sem uma parte da sua unha? Sentiríamos a dor da ausência dessas partes, não seríamos mais os mesmos e então perceberíamos que todos os membros são importantes. Se um membro se perde todo o corpo sofre (1 Coríntios 12:26).

O corpo também tem suas defesas. Se sente que há algum intruso, então ativa os anticorpos para que seja expulso. Esse é o nosso corpo, que busca sempre manter a vida.

Mas sabe de uma coisa interessante? Existem membros ou partes do nosso corpo que cortamos e retornam, mas tem aquelas que nunca mais voltam.

Existem alguns órgãos capazes de se regenerar, como o fígado, esses órgãos são chamados regenerativos. Mas a maior parte do nosso organismo é constituída de órgãos que, uma vez feridos, perdem suas funções e importância.

Não deixe que o inimigo o fira a tal ponto que você perca sua função e importância, e não consiga mais voltar à vida. Reaja!

A vida de Deus que está dentro de nós é preciosa e é isso que o inimigo quer roubar, tentando fazer com que não consigamos mais retornar a essa vida, isto é, tenhamos dificuldades de orar, invocar o nome do Senhor, glorificar Seu nome e louvar a Ele. Reaja!

Nada é mais precioso que Cristo em nosso espírito!

Assim como nosso corpo trabalha em justa cooperação para viver, o Corpo de Cristo trabalha da mesma forma em prol da vida de Deus.  Cristo é o nosso cabeça sobre todas as coisas (1 Colossenses 1:18). Da mesma maneira que o nosso cérebro manda ordens para o nosso corpo fazer o que é necessário para vida, Cristo fala conosco para nos indicar o que é necessário fazer para viver.

Nossos membros renunciam ao que eles poderiam fazer por si só, para obedecerem e funcionarem em harmonia com todo o resto, objetivando a vida. Como a vontade do cérebro que manda comandos para que ambas as pernas se movam em uma mesma direção para que o deslocamento seja efetivo, por exemplo.

Imagine se um membro do nosso corpo decidisse que ele não é mais importante e parasse de funcionar? Teríamos sequelas ou anomalias. Diante de tudo isso, ainda achamos que não somos tão importantes assim? Sem você o corpo de Cristo estaria incompleto!(1 Coríntios 12:27)

Uma grande surpresa!

Jovem, você faz parte do corpo de Cristo, o corpo que é vivo e que busca a vida. Você é um dos membros desse único corpo, que é de Cristo, encabeçado por Ele que não quer te perder! Que privilégio! (1 Coríntios 12:14)

Satanás tentará te ferir várias vezes para que você perca a comunhão com Cristo e se isole, fazendo com que você deixe de ter contato com Deus para te desanimar e acreditar que não é importante. Porque ele é o intruso que penetra nas brechas do corpo de Cristo para contaminar todos os membros.

Os anticorpos existem para nós, e até mesmo antídotos que curam os venenos que agem mais rapidamente. Esses “protetores” são a Palavra de Deus, a oração, a consagração e o próprio Cristo que nunca e jamais quer perder você! O nome de Jesus tem poder contra todas as armadilhas do inimigo.

Jovem, porém,  saiba que a nossa suficiência vem de Deus e a nossa importância não parte de nós,  mas é dom de Deus. Apenas em Cristo Jesus somos firmes e constantes e temos tal importância e utilidade.

E agora, você ainda tem dúvidas se é ou não tão importante assim? Jesus é o nosso Senhor!

Eu tenho certeza que você conseguiu perceber a sua importância para o Corpo de Cristo. Isto pode ser a diferença entre um cristão vencedor e um cristão que se deixa derrotar. Por isso, eu gostaria de sugerir que você lesse também este texto sobre exercitar-se como membro do corpo de Cristo.

Compartilhe também nas suas redes sociais e até o próximo. 🙂

 

Deixe seu comentário