Você já se sentiu sem saída? Sem direção? Com muitas coisas para fazer, e ao mesmo tempo sem vontade de fazer nada? Sem ânimo? Sufocado? Um desespero, angústia e vazio… Provavelmente sim! Somos atingidos com esses pensamentos e sentimentos a todo tempo.

O inimigo de Deus tem usado as coisas deste mundo para nos atingir, nos fazer esfriar e desanimar das promessas de Deus para nós! Quer nos convencer que o caminho proporcionado pelo mundo – que nos engana, fazendo-nos acreditar que podemos fazer o que queremos e quando queremos – é o melhor e o mais fácil.

Jovem, não caia nessa! Não seja como os gentios que andam na vaidade dos seus próprios pensamentos (Efésios 4:17). Busquem o equilíbrio em Deus e guarde Seus ensinamentos!

O que aconteceu comigo?

As vezes invertemos os lugares das coisas e das pessoas em nossas vidas e valorizamos mais as bençãos do que o Abençoador! Investimos mais tempo em nossas coisas do que naquilo que o Senhor deseja. Nesse momento, esses pensamentos vêm para nos alertar. Nos alertar de que estamos tomando a direção das coisas, isto é, a direção errada. E, consequentemente, nos perguntamos: O que aconteceu comigo?

Todo jovem deseja começar a trabalhar, ter uma vida, e constituir família. Somos normais! Por isso precisamos de tais realizações que fazem parte de nossa humanidade. Porém, precisamos tomar muito cuidado nessa fase tão importante, pois é ela que definirá quem nos tornaremos e a quem serviremos. Nossa! É tão sério assim? Sim! Muito sério.

Em provérbios capítulo 4 versículos 1 e 2 nos diz: “Ouvi, filhos, a instrução do pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento; porque vos dou boa doutrina; não deixeis o meu ensino.”

Esses versículos estão cheios de instruções para nós. Se queremos ter um viver equilibrado o primeiro passo é NÃO DEIXAR O ENSINAMENTO DO PAI. Quando esse ensinamento é esquecido perdemos o equilíbrio!

Um pequeno exemplo!

Existe um exemplo muito simples, mas valioso e real!

Vejamos a figura de uma roda de bicicleta.

images

A roda é uma circunferência com muitos raios que saem de um núcleo, localizado no centro dessa roda. Assim, ela tem um funcionamento equilibrado. Rodando com perfeição!

Apliquemos ao nosso viver… A nossa vida é essa circunferência e o núcleo que se encontra no centro de tudo é Deus. Já os raios são nossos afazeres e desejos. Se prestarmos atenção, os raios só funcionam de maneira adequada se estiverem entre o núcleo e a circunferência e girando no mesmo sentido.

Se por acaso eu apanhar um dos raios e trocar com o núcleo, a minha roda giraria? Não! Simplesmente se despencaria por completo, deixando de ter o equilíbrio adequado para o funcionamento desta. O mesmo acontece se quisermos andar em sentido oposto ao que Deus nos ensinou. Se Ele me diz esquerda e ando direita, desmorono todo o resto. Por isso, jovem, tome cuidado!

Exatamente assim acontece se deixarmos os ensinamentos do Pai e começarmos a declinar para a direita ou para a esquerda, aplicando outros princípios. Então, começaremos a despencar pouco a pouco e veremos nossa vida tomando outro caminho.

Jovem, quando deixamos de buscar o Senhor em primeiro lugar, tiramos Ele do centro de todas as coisas, e começamos a priorizar aquilo que é, aparentemente, mais importante para nós. Então, perdemos o equilíbrio!!!

Uma única saída!

Como resgatar o equilíbrio que se perdeu? Como por as coisas no lugar? O caminho é o arrependimento! Quando nos arrependemos e confessamos Jesus novamente, devolvemos o lugar para Ele. O Senhor volta a dirigir nossas vidas e se torna, novamente, o núcleo de todas as coisas.

Então, “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acresentadas.” (Mateus 6:33). Que saída maravilhosa! O Senhor é tudo e quando busco o Tudo, tudo me é acrescentado. Não temos com o que nos preocupar, Ele sabe de tudo o que precisamos, só nos basta buscá-Lo!

Mas, e como manter esse equilíbrio sem perdê-lo? Com a oração! A oração nos ajuda a manter o foco certo, orienta-nos nas decisões e nos alivia, quando temos o coração angustiado; além disso, nossa fé cresce.

Podemos possuir várias atividades no dia, como trabalhar e estudar, podemos até nos preocupar com o futuro profissional, mas não podemos nos esquecer de doar um tempo para o nosso Deus. Lembre-se de que o sábio aceita os mandamentos (Provérbios 10:8).

Talvez você pense que é incapaz de administrar tantas coisas ao mesmo tempo – vida familiar, social, profissional, reuniões – mas o viver da igreja, aquilo que você aprende no seu viver com Deus, pode ser levado para aonde quer que for. Podemos orar continuamente, assim, Deus, que é o centro de todas as coisas, capacitará você e te ensinará a manter essa roda em equilíbrio.

Jovem, não desista! Ore até que você consiga orar! Deus deseja ouvir você. Precisamos  disponibilizar nosso tempo para servir ao Senhor, manter um relacionamento com Ele diário, pessoal, sincero e honesto. Isso fará com que atinjamos o equilíbrio.

Conclusão

Por isso, se você se sente afastado do Senhor e sufocado pelas suas tarefas diárias, volte-se a Ele e Ele o santificará! Recupere seu equilíbrio,  invocando o nome Dele, pois o Senhor é o único que pode administrar  toda a sua vida.

Que tal fazermos uma oração agora? Querido leitor, feche seus olhos e comece a orar.

Vamos praticar juntos e mudar a nossa vida!

“Senhor Jesus! Agradeço a Ti por todas as bençãos recebidas. Te agradeço pois o Senhor nunca me abandona, mesmo quando escolho fazer as coisas como quero. Pai, quero me arrepender de todas as vezes que priorizei as minhas coisas, de todas as vezes que agi sem orar, sem pedir sua direção. Senhor Jesus!  Inclina os Teus ouvidos para mim e muda a minha condição, concede-me um viver equilibrado, em o Senhor possa ser o centro de todas as coisas. Me ensina a te expressar e a guardar seus ensinamentos por onde quer que eu ande. Em nome de Jesus! Amém.”

Que todos nós possamos ser conduzidos ao arrependimento, e que esse texto possa ter mudado a sua vida. Jesus é o Senhor!

Deixe seu comentário