Tudo o que Deus requer de nós é obediência. Quando ouvimos a voz de Deus e temos o desejo de fazer Sua vontade, frequentemente queremos substituir por algo mais, algo que vem de nós mesmos e acabamos crendo que isso é algo bom. Em 1 Samuel 15:3 o Senhor ordenou a Saul através de Samuel: “Vai, pois, agora, e fere a Amaleque, e destrói totalmente a tudo o que tiver, e nada lhe poupes; porém matarás homem e mulher, meninos e crianças de peito, bois e ovelhas, camelos e jumentos”. Essa foi a ordem de Deus e Saul foi.

Ele destruiu os amalequitas e os animais, mas salvou Agague, o rei dos amalequitas, e preservou o melhor das vacas e ovelhas (1 Samuel 15:15). Isto é, Saul obedeceu a Deus somente pela metade. A ordem era para que não poupasse a nada. Para Saul, não lhe pareceu certo destruir tudo o que é bom, por isso ele exerceu sua própria vontade. Saul respondeu a Samuel: “De Amaleque os trouxeram; porque o povo poupou o melhor das ovelhas e dos bois, para os sacrificar ao Senhor, teu Deus; o resto, porém, destruímos totalmente”. Repare que essa foi a justificativa de Saul: tudo o que ele poupou serviria como sacrifício a Deus. Por fim, Samuel disse: “Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros” (1 Samuel 15:22). Aqui tem dois princípios muito importantes:

  1. O obedecer é melhor do que o sacrificar
  2. O atender é melhor do que a gordura de carneiros

Mesmo que a intenção de Saul fosse aparentemente boa (de poupar o melhor para oferecer como sacrifício a Deus), essa não era a ordem de Deus. Por que a obediência é melhor do que o sacrifício? Porque, muitas vezes, no sacrifício ainda pode existir a nossa vontade própria e isso não agrada a Deus. Já na obediência, ela precisa ser colocada de lado. E por que o atender é melhor do que a gordura de carneiros? A gordura é a melhor parte do carneiro para ser queimada para Deus, mas Ele se agrada mais de alguém que atende a sua voz, do que alguém que sacrifica muito. Ele disse: “o atender é melhor do que a gordura de carneiros”.

Amado leitor, leve sempre diante do Senhor, em oração, todas as suas intenções, pois vimos que até mesmo as boas intenções podem ser desobediência a Deus. Ao ouvir a voz de Deus, obedeça-O em cada detalhe. O que Deus pede é obediência à Palavra, e não sacrifício, então vamos obedecer!

Deixe seu comentário