Estudando essa passagem para explicar às crianças da minha localidade, algo me tocou como nunca antes havia tocado. Sempre vi esse milagre como “mais um dos milagres de Jesus”, pois nunca tinha prestado atenção aos fatos. Esse milagre de Jesus se tornou muito real e vivo na minha experiência. Então, por meio deste texto, tentarei transmitir o sentimento que ganhei através da leitura dessa passagem.

Jesus se encontrava numa casa em Cafarnaum e lá anunciava a Palavra (Mc 2:1,2). Como não é de se impressionar, onde Jesus estava uma multidão O cercava. Multidão essa que, na maioria das vezes, somente O buscava por causa dos milagres que realizava. Não que isso seja errado, porém, a maior parte das pessoas acompanhava Jesus  não por fé, mas por mera curiosidade.

Como a casa estava cheia e não conseguia suportar todos os Seus seguidores, os quatro amigos do paralítico o levaram numa cama e, pelo telhado da casa, o desceram até a presença de Jesus (Lc 5:19).

“E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados.” (Mc 2:5)

Pensei comigo: Por que um paralítico precisava  ser perdoado primeiro ao invés de antes ser curado (Mc 2:10,11)?

Sabe jovens, o pecado nos paralisa. Quando pecamos, ficamos apáticos para com a vontade do Senhor. Ficamos sem reação. Nosso brilho se apaga. Nosso frescor cai. Sem falar das inúmeras doenças que podemos adquirir pelo sentimento que o pecado semeia em nós.

Jesus quer nos perdoar assim como esse paralítico precisava ser perdoado. Precisamos ser libertos do cativeiro da morte e do pecado. Somente após isso, o Senhor pode nos curar das nossas dificuldades e debilidades! O perdão é o ponto de partida para a cura.

Assim como Ele não ignorou o fato do paralítico ter pecado, hoje, o que Ele mais quer é te perdoar. Já tocou nessa grandiosidade?

O paralítico não falou nada e Jesus o perdoou. Pelo simples fato dele estar na presença de Jesus, Ele o perdoou! Que riqueza!

Cristo também quer te perdoar antes de te curar. Você crê? Receba-O para sua vida e busque Sua presença. Acredite: tudo vai mudar!

“Eu te mando: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa.” Mc 2:11

*Observação: sabemos que há casos em que pessoas já nascem com a deficiência paralítica, entretanto, não estamos generalizando em dizer que quem nasce paralítico, como também quem adquiriu a paralisia, está em pecado. Estamos apenas citando um caso específico do paralítico de Cafarnaum.

Deixe seu comentário