“Mas tu, Senhor, és Deus compassivo e cheio de graça, paciente e grande em misericórdia e em verdade.” Salmos 86:15.

Tão paciente, tão gracioso, tão misericordioso e tão fiel. São essas algumas das qualidades do nosso Deus. Provavelmente, ainda não percebemos a imensidão do amor Dele para com cada um de nós.

Deus te ama independente de suas ações, de sua condição financeira, de seus erros e acertos. Ele te ama. O amor de Deus por você não exige uma condição para existir, simplesmente existe e é real, isso independe do que você faz ou deixa de fazer.

Fomos criados com o conceito de amor condicional, cheio de condições impostas para existir. Temos a ideia de que aquilo que fazemos aumenta ou diminui o apreço, o amor das pessoas por nós. Podemos ser mais ou menos amados, dependendo das nossas ações. Em oposição ao amor condicional, existe o amor de Deus. O amor de Deus por você é o mesmo sempre, imutável! Nem mais, nem menos, mas constante e incondicional.

“Nós amamos porque Ele nos amou primeiro.” 1 João 4:19

Em contradição ao amor do Senhor por nós, existe o maior inimigo da vida espiritual, a auto-rejeição, que impede de nos sentirmos amados. Quando somos acusados, criticados, condenados, julgados ou abandonados, nos sentimos um “ninguém” e muito aquém de sermos alvos do amor de Deus.

Precisamos aprender a sermos gentis conosco ao experimentarmos o íntimo e genuíno amor de Deus. Quando isso ocorre, o incontido amor do Senhor por nós invade todo o nosso ser e somos imediatamente libertos de toda acusação e condenação sobre nosso próprio respeito.

“Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.” Romanos 8: 33-34.

Não há limite de comprimento, largura, altura e profundidade do amor de Deus para com você. Somente nos resta, de maneira voluntária, aceitarmos Seu amor por nós e nos permitirmos sermos amados como de fato somos, sem exigências ou condições, mas desfrutarmos plenamente desse amor incondicional.

O amor que Deus tem por você é pleno, completo, absoluto, não impõe condições ou limites para se amar. Ele te ama e não espera nada em troca, é infinito!

“Com amor eterno eu te amei; por isso, com benignidade te atraí.” Jeremias 31: 3.

DEUS TE AMA HOJE E PARA SEMPRE!

Deixe seu comentário