Em algum momento da sua vida você já questionou Deus? Achou que Ele estivesse esquecido dos seus sonhos? “Por que a demora, Senhor?” ou “O que fiz de errado para o Senhor não realizar meu sonho?” Entenda os “porquês” pelos quais Deus ainda não realizou os desejos do seu coração, mas creia: há um motivo especial!

O texto de Samuel 1 nos fala de uma mulher que tinha um sonho. Ana era uma pessoa piedosa e amava a Deus. Era casada com Elcana, mas havia um vazio em sua vida: Ana era estéril. Na sua cultura, a esterilidade era uma maldição, uma vergonha.

Quantas vezes, querido leitor, você também já passou por situações que não entendeu? Ou que ainda não entende? O que fazer? Murmurar, como a maioria faz? Jogar a culpa nos familiares? Se irar?! Com certeza não… Ana orou! Ela apresentou ao Senhor o seu sonho.

Mas por que Ana era estéril? Por que seu sonho de ser mãe estava sendo adiado? Por que foi vitimada por uma doença incurável? A doença de Ana não era provocada por um pecado que ela teria cometido; também não se originava de alguma maldição hereditária, muito menos resultado de ação satânica. O texto bíblico é claro em afirmar que Deus a deixou estéril (1 Sm 1:5) e que o próprio Senhor a cerrou a madre (v.6).

Isso mesmo, o próprio Senhor a cerrou a madre. “Mas Mari, que Deus malvado! Como Ele pôde fazer isso com Ana? Uma mulher temerosa a Ele…” Exato! Deus sabe o que faz. Por ela ser uma mulher fiel a Ele, Ele queria lhe proporcionar o melhor. Deus já havia ouvido a oração de Ana e agiria no Seu tempo, o tempo perfeito! Muitos hoje pensam equivocadamente que toda doença tem procedência maligna. No caso de Ana, o próprio Deus a fez estéril. Mas por que? Deus não é sádico, Ele não tem prazer em ver os seus filhos sofrendo, pois sempre tem o melhor para nós. Então por que Ele adia a realização dos nossos sonhos?

1) Para que compreendamos que o Deus das bênçãos é melhor do que as bênçãos de Deus.

Sonhos não realizados, desejos não satisfeitos, via de regra, nos levam à presença de Deus. O sofrimento não é um bem em si mesmo, mas Deus trabalha em nossa vida de tal forma que o sofrimento se transforma em bem para nós. O sofrimento não é um fim de si mesmo. Ele é pedagógico, tem um propósito positivo. As tribulações produzem paciência e a paciência deságua numa profunda experiência com Deus (Rm 5:3-5). Devemos, por isso, nos alegrar ao atravessar por várias provações (Tg 1:2), pois elas nos tornam quebrantados, humildes e dependentes do Deus Todo-Poderoso, mostrando-nos que a nossa maior necessidade não é de coisas, mas de Deus.

Vejamos um exemplo: Se eu não tenho um coração inteiro para Deus, não O sirvo com alegria, não O exulto nas situações (independentes se boas ou ruins), não O reconheço como o Deus provedor, por que Ele teria que atender a todas as minhas súplicas?! Deus é misericordioso, porém mais que isso: Ele é justo! Não foi à toa que Ele nos deu o livre arbítrio. Ele poderia ter criado robôs ao invés de seres humanos com alma capacitados a fazer escolhas. Contudo, Ele nos fez para que pudéssemos escolhe-Lo!

Muitas vezes Ele não nos atende porque esquecemos a quem servimos. Priorizamos o que Ele pode nos dar e nos esquecemos do Deus das bênçãos. Apesar da difícil situação, Ana priorizou o seu Deus! Ela fez um voto ao Senhor (v. 11a), se derramou diante Dele e tocou na necessidade do seu Deus.

2) Para que reconheçamos que os sonhos de Deus são maiores do que os nossos sonhos.

O sonho de Ana era muito pequeno. Suas aspirações não eram suficientemente ousadas. Ela queria apenas ver o seu ventre transformando-se em um cenário de vida. Ela aspirava gerar uma criança, carregar um filho no colo. Mas Deus não realizou o sonho de Ana no seu tempo porque tinha algo maior para fazer em sua vida. Os pensamentos de Deus são mais elevados do que os nossos pensamentos! Os sonhos de Deus são maiores do que os nossos sonhos! O sonho de Deus para Ana não era apenas que ela fosse mãe, mas mãe do maior profeta daquela geração. Samuel seria o grande instrumento que Deus usaria para ungir Saul como o primeiro rei de Israel e Davi.

Mesmo quando você sente que as coisas perderam o rumo, Ele está no controle de toda a situação. Tudo há um tempo determinado pelo Pai (Ec 3:1).  Ele sabe exatamente o que você tem passado, Ele é um Deus que sonda os corações (Rm 8:27). Ele jamais te faria filho(a) Dele para te fazer passar vergonha, entretanto o mundo prega a rapidez nas decisões, mas nós como filhos de Deus precisamos manter comunhão com Ele e aguardar sem murmurar. Isso é uma virtude!

Vejamos o exemplo de José: sofreu desprezo, ódio dos seus irmãos, foi jogado vivo na cova, foi vendido como mercadoria barata, foi injustiçado pela patroa e pelo copeiro-mor de Faraó e ainda ficou na prisão por dois anos. Mas por que Deus deixaria uma pessoa inocente “mofar” na cadeia? Será que Deus é tão injusto assim?! Contudo, se José tivesse saído da prisão pela ajuda do copeiro-mor, o máximo que ele teria conseguido na vida seria trabalhar como lavador de copos no palácio de Faraó. Deus o deixou mais dois anos na prisão para tirá-lo de lá e torná-lo governador do Egito.

Querido leitor, os sonhos de Deus são perfeitos! Jamais se perdem nas curvas do caminho, existe um tempo para o cumprimento de todo propósito debaixo do céu (Ec 3:1b). Ele já tem o melhor para você, entretanto Ele anela ouvir da sua boca os desejos do seu coração. Não apenas haja: “Ahh!! Deus sabe do que preciso, nem vou orar então!!” Não é bem assim… Precisamos orar, confessar tudo aquilo que tem nos tirado a paz. Lembremos desse versículo:

“O homem que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher. A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança.” Salmos 25:12,14

Que privilégio é contar nossos sonhos e desejos ao Senhor! Nossas súplicas precisam ser regadas pela chuva da esperança e aspergidos pelo orvalho da fé. Precisamos crer (Rm 4:18), romper em fé e não desistir. O nosso Deus não é colecionador de derrotas, mas campeão invicto em todas as batalhas e Ele já nos deu a vitória. Lembre-se: Ele trabalha por nós, está com toda a nossa vida em Suas mãos. Ele pode todas as coisas. Se somos parceiros de Deus, devemos ter grandes sonhos. Se caminhamos com Deus, nossa jornada será vitoriosa. Se você deseja ver os seus sonhos realizados, creia nas promessas de Deus! Não desanime se Deus ainda não concretizou seus sonhos. O melhor está por vir! Ó Senhor Jesus!

“Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão.” Mt 24:35
“Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo.” (Ec 3:11a)

Texto inspirado no livro: Não desista dos seus sonhos, de Hernandes Dias Lopes.

 

Jovem, aqui você tem voz. E nós queremos ouvir você! Por isso, deixe um comentário, crítica ou sugestão. 🙂