Jesus se entregou por nós e Seu desejo é que nos entreguemos de maneira completa a Ele. Assim, nosso tempo também Lhe pertence. Isso não quer dizer, necessariamente, que devemos deixar nossa ocupações, mas significa que precisamos dar a prioridade a Ele e viver a todo momento em Sua presença. Porém, em meio à correria do dia a dia, podemos ter dificuldades em separar um tempo para oração e leitura da Palavra. Se você tem enfrentado esse tipo de problema, aqui vão alguns princípios que podem ajudar. Saiba que o Senhor mesmo é quem vai levá-lo a viver cada vez mais e mais perto dEle!

A comunhão diária com Deus nos renova, nos guarda de cair em tentações e nos dá força e sabedoria para prosseguir com nossas atividades do dia-a-dia. O desejo de Deus é que estejamos em comunhão com Ele, e foi com esse objetivo que realizou toda Sua obra na Terra. Ele aguarda nossa presença!

Entretanto, há muitos fatores que impedem que tenhamos um momento diário de comunhão íntima com o Senhor. O primeiro dentre eles é o tempo. Alguém poderia argumentar que os tempos mudaram e que hoje é difícil ter tempo livre. É verdade que, atualmente, o mundo está cheio de informações e ocupações, mas…

Deus não se curvou à nossa pressa nervosa, nem adotou os métodos de nossa era mecânica. O homem que deseja conhecer a Deus precisa dedicar-lhe tempo.

A.W. Tozer.

Sim, as coisas de Deus não se conformam com as coisas desta era. Somos nós que devemos nos conformar às coisas de Deus.

Temos na Bíblia um exemplo interessante: Daniel. Ele ocupava um cargo importante no reino da Babilônia; ou seja, com certeza, era alguém muito ocupado. Mas três vezes ao dia ele separava tempo para orar (Dn 6:10) e o rei disse certa vez que Ele servia a Deus continuamente (Dn 6:16). Lembre-se: onde há interesse, há tempo.

Talvez, no fim do dia, você perceba que não deu tempo para ter um momento de comunhão com o Senhor, e na essa hora você já está muito cansado para isso. É por isso que é melhor não ficar deixando para depois. A melhor maneira é…

Ir a Ele assim que se levantar

A aurora é o portão do dia e deve ser guardada com orações. É a ponta do cordão que amarra as ações do dia, devendo ser atado com devoção. Se percebêssemos melhor a grandeza da vida, seríamos mais cuidadosos com suas manhãs. Quem sai correndo da cama para os negócios, e não espera para adorar, é tão tolo quanto quem não se veste ou não lava o rosto, ou tão insensato quanto o que se lança na batalha sem armas nem armadura. Que nos banhemos no rio refrescante da comunhão com Deus, antes que a solidão e o peso da estrada comecem a nos oprimir.

Charles Spurgeon.

Muitos podem testemunhar: se começamos o dia com um momento de comunhão com o Senhor, nossas atividades durante o resto do dia ficam mais fáceis de serem feitas. Isso também nos faz mais seguros contra as ciladas do inimigo durante o resto do dia.

O assunto mais importante e mais urgente com que tenho de me ocupar a cada dia é conservar a minha alma muito feliz no Senhor.

George Müller.

A comunhão com o Senhor é o que nos faz verdadeiramente felizes e deve ser a nossa ocupação mais urgente do dia. Assim era para George Müller, um irmão que viveu no século 18 e que, pela oração, fez coisas extraordinárias (vale a pena ler um pouco de sua história aqui). 

Se aconteceu alguma coisa e você não pôde ir até Ele pela manhã, vá o quanto antes possível.

Uma importante prática é invocar o nome do Senhor, ao se levantar e durante o dia todo. Mas, às vezes podemos ter…

Dificuldades para Invocar com realidade

“Perto está o SENHOR de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade” (Sl 145:18). “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Rm 10:13). Além desses, há muitos versículos na Bíblia sobre o invocar. Invocar o Senhor também nos salva das dificuldades do dia a dia, dos ataques do inimigo e nos salva de nós mesmos. Você crê nessas palavras? Não tenha dúvidas, é a Palavra de Deus que diz. Devemos acreditar muito mais nela do que em nossos sentimentos.  Se você crê nessas palavras, o simples ato de chamar “Ó, Senhor Jesus!” te fará experimentar a maravilhosa presença do Senhor!  Aliás, invocar é uma excelente forma de começar uma oração. Mesmo assim, alguém pode dizer…

Eu não consigo orar!”

Há diversos fatores que nos atrapalham ao orar. Antes de tudo, seja sincero. Davi era bem sincero em suas orações nos Salmos. Diga ao Senhor que você não consegue orar e que precisa de ajuda para ver e eliminar esses fatores. Peça para que Ele mostre se você cometeu algum pecado e, tendo mostrado, o confesse, pois os nossos pecados fazem separação entre nós e Deus (Is 59:2).

Um princípio importante que o Senhor deixou foi o da oração no quarto secreto:

“Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt 6:6).

Nesse versículo, temos a certeza de que, se nos afastarmos das várias distrações do mundo e dos homens e buscarmos a intimidade de estar a sós com Deus, Ele Se revelará a nós! Mas, mesmo assim, pode ser que ao tentar orar você se sinta pesado, com um coração frio, e até mesmo indigno de ir a Ele. Porém…

Não pense no pouco que tem para oferecer a Deus, mas no quanto Ele quer te dar. Apenas se coloque diante d’Ele e contemple Sua face; medite no Seu amor, nas Suas maravilhas, na Sua ternura e amor compassivo. Apenas diga a Ele como tudo é pecaminoso, frio e pesado: é o coração amoroso do Pai que iluminará e aquecerá o seu.

Andrew Murray – Com Cristo na Escola de Oração.

A principal função da oração é ouvir a Deus, não falar a Ele. Antes de tudo, abra seu coração! Deus tem sempre algo novo de Si mesmo para nos revelar.

E Ele também Se revela através de Sua Palavra. Por isso, oração e leitura da Bíblia devem andar juntas: ler um versículo ajuda a começar uma oração, assim como orar ajuda a começar uma leitura bíblica!

Vale a pena ler este artigo sobre leitura bíblica. Além disso podemos fazer a leitura diária de um devocional, como o Alimento Diário, por exemplo. Isso nos ajuda a lidar com algumas situações, nas quais podemos dizer:

“Eu não sei o que orar!”

Não tem assunto para a oração? Então abra a Bíblia, ali você encontrará assunto para conversar com Deus (Livro: A Casa do Oleiro). Experimente orar sobre alguns versículos. Orar a Palavra é uma prática muito valiosa!

Quanto ao mais,

Rogue pela oração – ore até que consiga orar, ore para ser ajudado a orar e não abandone a oração porque não consegue orar, pois nos momentos em que você acha que não pode, é que realmente está fazendo as melhores orações. Às vezes quando você não sente nenhum tipo de conforto em suas súplicas e seu coração está quebrantado e abatido, é que realmente está lutando e prevalecendo com o Altíssimo.

Charles Spurgeon.

Lembre-se: Dependa do Senhor, confesse sua incapacidade. Ele vem aos que reconhecem suas fraquezas e se humilham diante dEle (2 Cr 7:14; 2 Co 12:10). Ore até que consiga orar! No começo pode ser algo forçado, mas prossiga até que se torne espontâneo. É como um canal sujo pelo qual começa a passar água. À medida que a água passa, remove os obstáculos e flui cada vez mais livremente.

Por fim, precisamos sempre nos lembrar de que, em nossa vida cristã, precisamos ter perseverança. Em muitas passagens da Bíblia, Deus nos diz para perseverarmos. É Ele que nos dá a força e a sabedoria para perseverar. Não importam as dificuldades que surgirem, vamos prosseguir olhando para Ele!

“Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus” (Hb 12:1-2a).

EspañolEnglish.