“Tudo vai passar”. Essa frase me remente a um momento durante uma aula na escola, em que o professor contou uma história que, embora fictícia, me fez meditar, pois trata de maneira simples a realidade. Com base nisso, apropriei-me dela usando um embasamento espiritual sobre a atemporalidade da Palavra de Deus! Vamos à história.

Há muitos e muitos anos, houve um rei ambicioso e totalmente irredutível em suas opiniões. Esse rei tinha um servo bastante fiel e diligente a seu serviço e, por conta disso, a inveja despertou em seus conselheiros e demais servos. Certo dia, um dos conselheiros do rei decidiu armar uma emboscada para que, de alguma forma, o pobre servo fosse demitido. Então, o conselheiro foi até o rei e disse-lhe:

— Meu senhor, que tal provarmos a fidelidade de seu servo dando-lhe uma tarefa praticamente impossível e cheia de obstáculos?  

O rei, mesmo cético com a situação, concordou com seu conselheiro. Chamou o servo e lhe disse:

— Preciso que busques três pedras preciosas para mim. No entanto, elas ficam nos montes mais altos que cercam o palácio.

O servo, mesmo desanimado com a ordem, disse:

— Sim, meu senhor e rei! Aqui estou para fazer a tua vontade!

Prontamente e sem pensar duas vezes, o servo foi em busca das pedras preciosas e, assustadoramente, para a surpresa de seus inimigos, ele as trouxe e as entregou ao rei.

Diante disso, a ira de seus adversários aumentou, o que fez com que tramassem mais uma cilada. Dessa vez, porém, aos olhos deles, esta seria realmente impossível de ser realizada. Tal armadilha baseava-se na tarefa de fazer uma coroa de ouro para o rei, na qual deveria estar gravada uma frase que, ao lê-la, deixasse-o feliz e triste ao mesmo tempo.

O servo logo se entristeceu, pois pensou consigo mesmo: “como isso é possível?”. Entretanto, não quis desistir sem tentar. Logo, foi para casa, e lá passou a noite inteira conversando com sua esposa sobre o que deveria escrever. De súbito, ele conseguiu!  No outro dia, apresentou-se ao rei levando a coroa, e os conselheiros ficaram boquiabertos com o que estavam vendo. O rei, cheio de seu ceticismo e, ao mesmo tempo, admirado, pegou a coroa e eis que nela estava escrito: vai passar!

Querido jovem, em nossas vidas sempre existirão situações difíceis, assim como tranquilas. Há situações na vida que podem ser comparada às estações, que vêm e passam. Nesse sentido, temos a frase clichê que, com certeza, você também deve ter ouvido:   “tudo passa” ou ainda “tudo vai passar”. Mas, hoje, eu pergunto a você: será que tudo passa mesmo? Em parte, essa frase está correta, pois existem fases da nossa vida que, se não tivessem passado, talvez nem estivéssemos aqui. Em contrapartida, queremos que saiba que existe uma coisa que não passa, nem passará: a palavra de Deus (Mt 24:35)! Se você parar para observar, as profecias descritas anos atrás na Bíblia estão se cumprindo, mas aquilo que foi falado por você ou por alguém há alguns dias já passou.

Estamos enfrentando um ano atípico para todo o mundo, o qual acredito que foi permitido por Deus para nos provar que é Ele mesmo quem sustenta todas as coisas por meio de Seu soberano poder (Hb 1:3) e que nossa vida não passa de uma neblina (Tg 4:14). Louvado seja o Senhor por isso! Deus tem um plano para nós, mas esse plano só pode ser cumprido mediante a nossa dependência total em Seu Espírito, e, enquanto não entendermos isso, continuaremos a agir por nossas próprias forças e seguindo a nossa vontade!

Nós, ao sermos salvos, recebemos um chamamento da parte de Deus, porém qual tem sido a nossa atitude em face disso? Amado leitor, Deus conta conosco para executar Seu plano! Ele tem falado tremendamente com Seus filhos nesses últimos tempos, pois anseia voltar. Mas será que nós ansiamos a volta do Senhor? Será que, mesmo diante da efemeridade da vida e das catástrofes que vêm acontecendo, ainda desejamos as coisas desse mundo? Hoje, o Senhor deseja que pensemos nas coisas do alto, visto que é lá, e somente lá, onde está nossa verdadeira vida, que é Cristo Jesus! (Cl 3: 1-4). Por isso, tomemos agora a decisão de nos entregar completamente a Ele!  

“Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor! Como o amanhecer, a sua vinda é certa; ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva fora de época que rega a terra” (Oseias 6:3).

“Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação” (1 Timóteo 1:15a).

Colaboração enviada por Miryelle Correia

Deixe seu comentário