No último capítulo da série “Vida Social” falamos um pouco sobre a experiência que passa um jovem quando está sozinho na igreja da sua cidade.

Para estes, as redes sociais são um excelente instrumento para auxiliar a diminuir o sentimento de solidão. Também para os jovens que moram em uma mesma cidade, as redes sociais são um excelente meio de contato durante a semana.

Entretanto, as redes sociais e a internet podem se tornar muito perigosas para nós cristãos. É sobre isso que queremos falar neste texto.

# OS RISCOS DAS REDES SOCIAIS

As redes sociais são, sem sombra de dúvidas, um dos maiores símbolos da Era da Informação ( caracterizada pelo acesso rápido e fácil à informação).

Somos bombardeados diariamente por informações sobre política, esportes, saúde, entre outros. Isso sem falar da possibilidade de comunicação contínua com nossos amigos por intermédio de publicações ou de chats diretos e instantâneos.

Segundo dados de fevereiro de 2014 publicados pelo site Social Media:

  • cerca de 72% de todos os usuários da internet estão ativos em redes sociais;
  • 23% dos usuários do facebook acessam-no ao menos 5 vezes por dia; e
  • impressionantes 47% dos americanos dizem que o Facebook é o maior influenciador em suas decisões de compra.

Portanto, é inegável que as redes sociais influenciam diretamente no comportamento das pessoas.

Essa influência pode ser, ao mesmo tempo, perigosa e proveitosa para nós enquanto cristãos, tudo vai depender do seu posicionamento nas redes sociais.

Talvez o maior perigo das redes sociais, não apenas para os cristãos, mas para toda a sociedade, é o aparente anonimato. O anonimato dá a falsa sensação de que nas redes sociais é possível esconder-se sob a “máscara” de quem se deseja ser ou sob a personalidade que for mais conveniente na ocasião.

Informações publicadas em julho de 2014 no site “Cristianismo Hoje” (referentes à pesquisa realizada pela Intel) revelam que cerca de 33% dos brasileiros admitem manter nas redes sociais uma personalidade diferente daquela da vida real. Além disso, 23% afirmam postar informações falsas nas redes sociais das quais participam.

Para um cristão esse costume pode ser extremamente preocupante caso a “máscara” escolhida seja a de um incrédulo, pois indica que um cristão escolheu viver uma vida virtual independente de Cristo.

Vivemos em um mundo onde aparentar ser feliz tem sido mais importante que a própria busca pela felicidade. Muitas pessoas hoje vivem em função de aparências, por isso deixaram de buscar a felicidade e hoje só querem que todos imaginem que suas vidas são perfeitas e sem problemas.

Jovem, você não precisa viver em função das aparências! Seja você mesmo, viva sua verdadeira identidade.

# A SUA VERDADEIRA IDENTIDADE

Nas redes sociais, viver uma vida de aparências é muito comum. Quando vive uma “segunda vida”, o cristão mancha seu testemunho diante dos homens e, principalmente, diante de Deus.

Provérbios 15:3 nos diz que “os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons”.

Assim, ainda que fosse possível enganarmos a todos quantos estão à nossa volta, os olhos do Senhor estão sobre nós. Deus sabe quem nós realmente somos, Ele nos sonda a mente e o coração (Sl 7:9).

Deus é onisciente. Ou seja, Deus sabe de tudo o que acontece. Deus sabe se nós estamos usando uma máscara na internet. Mas por que razão uma pessoa usaria uma máscara na internet e tentaria ser o que não é?

A questão principal é que muitos jovens cristãos ainda não sabem quem realmente são. Muitos já ouviram falar que são filhos de Deus, porém poucos experimentaram isso.

Experimentar a Cristo nos leva a um novo patamar em nossa experiência com Deus. Quanto mais contato temos com Deus, mais íntimos e mais certos de quem somos nós nos tornamos.

Jovem, se você deseja ter certeza de quem você é, você precisa se permitir conhecer a Cristo. Você hoje é um filho de Deus graças à morte e ressurreição Dele. Sua identidade está intimamente ligada à identidade de Cristo.

No momento em que sua experiência com Cristo se tornar real, você se sentirá honrado e grato por ter sido feito filho de Deus. Nesse momento, o objetivo de honrá-lo regerá sua vida.

Jovem, sua verdadeira identidade é de filho de Deus. Busque experiências com Cristo e você terá certeza da sua identidade. Você terá coragem de viver como filho de Deus e eliminar as máscaras! Você será capaz de utilizar as redes sociais para Deus.

# UTILIZE AS REDES SOCIAIS PARA DEUS

Provavelmente todos que estão lendo esse texto já se depararam com publicações inconvenientes ou até mesmo imorais em seu “feed de notícias”. Quando alguém posta algo, é natural que boa parte de sua lista de contatos leia, veja, ou ouça o que foi postado, independentemente da “qualidade da informação”. Sabendo disso, uma pergunta importante deve ser feita…

Por que não utilizar a facilidade de comunicação e o expressivo poder de alcance das redes sociais para pregar o evangelho?

Ao compartilhar um versículo, uma imagem ou um vídeo cristão, seus amigos verão isso, sejam eles cristãos ou não. Isso é muito bom!

Compartilhar Deus nas redes sociais faz com que muitas vezes não seja necessário sequer sair de casa para pregar o evangelho. Isso não requer esforço, mas requer atitude. Essa é uma atitude simples e que pode fazer toda a diferença!

A frase “Pregue sempre o evangelho, se necessário use palavras” – por vezes atribuída a Agostinho, outras vezes atribuída a Aquino – diz muito sobre como pregar o evangelho nas redes sociais.

O seu viver deve expressar a Cristo, não apenas suas palavras. Alguém que abre seu perfil em uma rede social deve ser capaz de identificar que você é um cristão, não só porque você curtiu uma página cristã, mas porque suas imagens, seus textos e seus vídeos apontam direta e inegavelmente para isso.

Se estamos cheios da vida e natureza de Cristo, nosso viver é capaz de influenciar positivamente. Precisamos estar preparados para levar as pessoas a Deus. Onde você estiver, esteja ciente de que, acima de tudo, você é um filho de Deus! Você é um embaixador do Reino de Deus na terra!

Jovem, quem você é? Você é um filho de Deus. Agora que você descobriu isso, seja você! Isso pode salvar pessoas. As redes sociais são uma grande ferramenta que Deus entregou em suas mãos, utilize-as bem: dê testemunho, pregue o evangelho e leve a salvação para seus amigos no facebook, twitter e whatsapp.

Que tal tomar uma atitude agora?! Abaixo, duas imagens para você compartilhar. Para compartilhar as imagens, basta posicionar o cursor em cima da imagem e apertar no ícone do Facebook que irá aparecer.

Se você gostou do texto, lembre-se de compartilhar nas suas redes sociais com seus amigos. Isso será a sua primeira atitude de mudança em reação a esse texto. Além disso, faça-nos saber sua opinião a respeito deste texto por meio de um comentário abaixo. Comente também suas ideias inovadoras sobre como utilizar as redes sociais para Deus.  Lemos todos os comentários e respondemos sempre que possível. Esperamos sua participação.

Acesse outros textos da série:

Jesus é o Senhor! Até o próximo post. 🙂

Jesus é o Senhor!

Até o próximo post! 😉