Inspirada na Conferência para Jovens realizada na Estância Árvore da Vida em Janeiro de 2019, a Série Muito Mais segue com mais um capítulo. Nesse texto, falamos sobre o nosso relacionamento com a Palavra de Deus.

Muito mais da Palavra

Só é possível usar a riqueza que se tem quando se sabe onde ela está. Por isso, se queremos a abundância da vida de Deus que está preparada para nós, temos de desenvolver um relacionamento saudável e especial com a Palavra, a fim de conhecer suas riquezas e saber onde estão para usufruir delas.

Mas o que é a Palavra?

Não é só riqueza. A Palavra é também a vida eterna disponível ao homem que crê (Jo 1:1-3,14). Estamos falando da Bíblia e todo o falar de Deus registrado no tempo com a finalidade de permitir que o homem desfrute da eternidade.

A palavra de Deus é inspirada, é o Seu falar e carrega consigo um fôlego que sustenta todas as coisas na vida de uma pessoa (2 Tm 3:16, Hb 1:3). Tire a palavra de Deus e você verá tudo desmoronar. Coloque a palavra e você verá a vida, a abundância e a prosperidade diante dos seus olhos.

E o que mais?

A Bíblia é o manual de estratégias e regras do jogo em que Deus nos inseriu. Ali você encontrará dicas sobre: formações que podem ser adotadas em campo; jogadas preparadas; princípios para se movimentar em jogo e; até mesmo, revelação sobre o esquema do inimigo. Se a salvação nos equipa de forma definitiva para o jogo, a Bíblia nos ensina exatamente o passo a passo da vitória.

Não é à toa que Daniel nos diz que o povo que conhece ao seu Deus tornar-se-á forte e ativo (Dn 11:32); que João diz que a Palavra permanece em nós e temos vencido o maligno (1 Jo 2:14); e, ainda, que vencemos por causa do testemunho da palavra (Ap 12:11).

Logo, se queremos entrar em campo para fazer gol e viver a diferença (porque somos diferentes), então, temos de nos relacionar com a Bíblia para entender o quanto somos diferentes e também para usá-la como nossa ferramenta de ataque.

Aliás, quando se fala da armadura, a palavra é comparada à nossa espada (Ef 6:17). É a única arma de ataque que está em nossas mãos. Nela está concentrada toda a energia do ataque e o poder de Deus para causar destruição das obras malignas. Enquanto nossa defesa está distribuída em vários itens da armadura, nossa força de ataque está focada na ponta da lâmina de dois gumes! Você entende o quanto a palavra é poderosa? Para matar, basta uma perfuração da espada do Espírito. Quando você corta o inimigo, sua arma causa grande estrago.

Só que você precisa entender o que é cabo, o que é lâmina e quais movimentos fazer. Jogar a espada no inimigo, soltando-a, não vai causar dano. É necessário fazer a jogada de corpo certa, segurar a espada com firmeza, colocar força, usar o jeito e a inclinação correta. Ou seja, é necessário aprender como manejar a espada. Graças a Deus, Efésios nos mostra que a maneira de tomar a espada é com oração (v. 18). Jovem, você tem usado a palavra para orar?

Outra forma de usar essa espada é trazê-la ao coração, para sua memória. Saber de cor parece coisa do passado, mas quando se trata da Palavra de Deus, então, estamos falando de ter em mãos a ferramenta adequada para combater tentações. Já reparou que, ao ser tentado, Jesus fez exatamente isso? Ele combateu as tentações como homem, citando versículos do antigo testamento que estavam decorados (Mt 4:1-11). Daí porque saber de cor versos bíblicos é importante.

A Palavra é essencial para nossa vida! O problema é que alguns se aproximam da Bíblia como se ela fosse apenas um livro de letras mortas. Aproximam-se pensando no que está escrito. Porém, a Bíblia é mais que isso. É um livro de vida, de transformação, é inspiração e entusiasmo. A maneira de se aproximar dela com essa nova perspectiva é entender que existe uma pessoa por trás de cada palavra escrita: o nosso Senhor Jesus! Temos de ir a Jesus para ter vida através das escrituras (Jo 5:39-40). O irmão mais velho mais querido do mundo, está ali falando vida em nosso favor. Ao nos achegar dessa forma, as letras ganham cores, cheiros, sabores, brilho, intensidade e boas sensações. A leitura mexe com você, deixa energizado e leva a ir além do preto e branco! Você entra no espírito de Deus que está na Escritura e tem um vislumbre do plano de Deus e de seu Reino.

Não tem como ficar parado depois disso. Ao nos relacionar com a palavra dessa forma, nosso próprio coração se enche de fé e de convicção de que Deus existe e recompensa quem se aproxima com atitude de buscar mais Dele (Hb 11:6). Deus se agrada de quem age assim!

Se queremos muito mais, nossa atitude em relação à Palavra tem de ser diferente, pois só recebe uma benção especial quem toca de maneira especial em Deus. Isso faz lembrar a história da mulher que tinha fluxo de sangue, que tocou no Senhor e foi curada. Naquele momento, diversas outras pessoas estavam tocando em Jesus, mas não estavam sendo curadas. Qual a diferença? A atitude da mulher. Ela viu em Jesus a chance de mudar de vida, tocou nele com fé, crendo que seria curada e sentiu o poder fluir de Jesus para seu corpo.

A maneira como tocamos na Palavra é importante. É necessário atitude de fé, de coração buscador, de convicção na transformação e de compreensão de que existe um Espírito disposto a entregar muito mais do que pedimos e pensamos através de seu poder que opera em nós. Deus tem muito para cada um de nós, ele tem infinitamente mais (Ef 3:20).

Tenho experimentado muito mais prazer na Palavra nos últimos tempos. O que aconteceu? Exatamente o que eu estou dizendo nesse texto: mudei a abordagem.

Antes eu queria ler a famosa Bíblia Almeida Revista e Atualizada, agora eu leio a Nova Versão Internacional cuja linguagem é bem mais simples e a fidelidade ao texto original é praticamente a mesma. Estou redescobrindo versos bíblicos e sendo super encorajado. Nunca pensei que uma mudança assim faria tão bem.

Comecei também a ouvir boas músicas cristãs: bandas nacionais e internacionais – Hillsong, Bethel Music, Planetshakers (um tutz, tutz muito fera!). Eu entendo inglês e, por isso, rola. Agora, também tem bons artistas brasileiros aí na mídia: Leonardo Gonçalves, Gabriela Rocha, Os Arrais, 288 Worship (eita! Esses aí eu gosto demais, viu). Também nunca pensei que tinha tanta música moderna e cristã boa igual a desses artistas.

Podcast entrou para minha rotina matinal de café da manhã. Em vez de ficar pensando na morte da bezerra, eu ouço e sou encorajado com as palavras do Bibotalk, do Stiven Furtick, do Chris Valloton e do Brian Houston. O primeiro é brasileiríssimo e com uma qualidade sensacional! Recentemente, eles estão fazendo uma série sobre o livro “Igreja Centrada”, pense num negócio top. Vale a pena conferir heim.

E de leitura… Eita amigo… Aqui no Eu Vos Escrevi, o time de escritores é um time de leitores, né? Então tem vários amigos aqui recomendando diferentes coisas que eu mesmo nunca tinha começado a ler. Resultado, atendi à sugestão: estou lendo uns 4 livros diferentes – kkkk. Basicamente, eu faço um rodízio dos livros e, cada momento que paro com essa finalidade, eu leio um pouco. Um sensacional que está mexendo comigo é “Uma vida com propósitos” de Rick Warren.

Jovem, mude sua atitude em relação à Palavra hoje. Retome as orações, a leitura bíblica diária, leitura de livros e comece a assistir mensagens em vídeo no YouTube (por que não?). Comece também a ouvir bons podcasts e boas músicas cristãs. Comece a ler bons livros.

“Ah! Vitão, mas eu já fiz isso e não gostei”. Cara, talvez você ainda não tenha achado a abordagem que te anime. Muda a abordagem como eu fiz e parte para o prazer de viver a vida com Deus e ouvir Sua Palavra através de diferentes mídias!

Há diversas maneiras de experimentar muito mais Palavra para sua vida, você só tem de descobrir qual a abordagem que melhor funciona com você!

Desejo que você redescubra o prazer da comunhão com Deus através de uma nova atitude e uma abordagem diferente. Assim, que muito mais da Palavra lhe seja acrescentado! Deus deseja isso para você; eu desejo isso para você; mas, e você? Quer isso para sua vida? Quer esses benefícios? Se sim, comece hoje.

Comente aí embaixo o que você já vai fazer hoje para se aproximar da palavra. Até o próximo texto da Série Muito Mais, onde prosseguiremos em direção a um maior conhecimento de Cristo. Jesus é o Senhor!


SÉRIE MUITO MAIS:

Muito Mais Gol – Série: Muito Mais (Introdução)

Muito Mais Salvos e Inconformados – Série Muito Mais (1)

Muito Mais Deus da Glória: Sua Aparição Muda Vidas – Série Muito Mais (2)

Muito Mais da Palavra: Mude Sua Abordagem e Tenha Prazer – Série Muito Mais (3)

Muito Mais Conhecimento de Cristo – Série Muito Mais (4)

Deixe seu comentário